Vaza Jato

Vanessa Grazziotin | A raposa não pode cuidar do galinheiro

Na coluna desta quarta-feira (12), a ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) fala sobre coluio na Lava Jato

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Sérgio Moro durante Simpósio Nacional de Combate à Corrupção no Centro Cultural FGV, Rio de Janeiro, em novembro de 2018 / Carl de Souza | AFP

A revelação do conluio entre o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores da República, entre eles Deltan Dallagnol, para afastar o ex-presidente Lula do processo eleitoral de 2018 e garantir a sua condenação na operação Lava Jato movimentou o meio político e jurídico nesta semana.

Na Câmara dos Deputados e no Senado, parlamentares cobram esclarecimentos sobre os diálogos publicados no último domingo (9) pelo site The Intercept Brasil. A defesa de Lula, por sua vez, pede a nulidade de todos os atos processuais praticados pelo então juiz e a libertação imediata do ex-presidente.

Na coluna desta semana, a ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) aborda o teor das conversas divulgadas. Ela cobra o afastamento dos procuradores envolvidos na articulação e a demissão de Sérgio Moro do Ministério da Justiça.

“O que nós precisamos fazer agora é exigir o imediato afastamento tanto dos procuradores quanto de Sérgio Moro, porque um investigado não pode coordenar aqueles que deverão investigá-lo. Não dá para colocar a raposa cuidando do galinheiro”, avalia Vanessa.

Ouça o áudio

Edição: Geisa Marques