Coluna

Temos que reforçar a luta pela imediata saída de Moro do Ministério da Justiça

Imagem de perfil do Colunista
19 de Junho de 2019 às 18:23

Ouça o áudio:

O ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro / Sergio Lima/AFP
São fatos gravíssimos, que mostram a parcialidade do ex-juiz e da Procuradoria

Na coluna desta quarta-feira (19), a ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) analisa os novos diálogos divulgados pelo site The Intercept sobre investigações da operação Lava Jato. As conversas publicadas na última terça-feira (18) mostram que o ex-juiz Sérgio Moro, em conversa com o procurador Deltan Dallagnol, tentou evitar que a força-tarefa investigasse o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

No diálogo, Moro questionou Dallagnol sobre a gravidade das suspeitas contra FHC, afirmando, em seguida, não querer "melindrar alguém cujo apoio é importante".

Para Vanessa, o conteúdo revelado reforça a necessidade de demissão de Moro do Ministério da Justiça. “São fatos gravíssimos, que mostram, em primeiro lugar, a parcialidade do [ex] juiz e da Procuradoria”, afirma.

A ex-senadora acrescenta que “temos que reforçar a luta pela imediata saída de Moro”.

A conversa com menção a Fernando Henrique Cardoso teria ocorrido pelo aplicativo Telegram, no dia 13 de abril de 2017.

Edição: Geisa Marques