Conheça a alcachofra: a flor mais aliada na manutenção da saúde

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

Em São Roque, são comuns os festivais de alcachofra, que acontecem normalmente em outubro.
Em São Roque, são comuns os festivais de alcachofra, que acontecem normalmente em outubro. - Pixabay
A alcachofra tem baixo valor calórico, em torno de 50 calorias por 100 gramas

Entre as flores que estamos habituados a comer, como a couve-flor, o brócolis e a alcaparra, está a alcachofra, uma planta de até um metro de altura. Para consumo, utilizamos principalmente as pétalas e o “coração”, que é a parte interna da flor. 

O nome científico,  Cynara Cardunculus, liga a alcachofra a uma lenda grega, na qual Cynara seria uma jovem que rejeitou Zeus, o deus do trovão, e por isso teria sido transformada em uma flor. 

No Brasil, essa planta se acostumou bem ao solo paulista, tanto que os municípios de Piedade e São Roque concentram 90% de toda a produção de alcachofra no país.  

A nutricionista Ana Paula da Silva Ferreira destaca que uma das vantagens de se consumir a flor está nos valores nutricionais que ela oferece:

"A alcachofra é uma flor de baixo valor calórico, em torno de 50 calorias por 100 gramas, muito pouco, além de ser rica em fibras. Dentro dessas fibras, encontramos uma, chamada inulina, que ajuda na manutenção da flora intestinal. Ela também tem vitamina C e vitaminas do complexo B, e também um flavonoide chamado cinarina que ajuda na formação dos sais biliares, portanto da bile, que por sua vez ajuda no controle da manutenção do colesterol", comenta.

Há várias maneiras de colocar a planta no cardápio. A mais tradicional delas é cozinhar a flor inteira com azeite e sal e comer as folhas com um molho de sua preferência. O chamado coração também é muito consumido. Ana Paula garante também que podemos comer a alcachofra sem peso na consciência: “podemos introduzi-la na nossa dieta como rotina, uma vez na semana, uma vez por mês ou a cada 15 dias, a frequência conforme a vontade de cada um.”

A alcachofra pode ser encontrada ao natural, em conserva e até como chás. Outra grande vantagem dessa flor é a adaptação para todas as dietas. 

"O que eu posso dizer é que a alcachofra é um alimento que nutricionalmente é significativo e pode ajudar muito em qualquer tipo de dieta, tanto no dia a dia como em uma dieta de perda de peso ou de manutenção de saúde", comenta a nutricionista.  

Na hora de comer a alcachofra, o melhor é misturá-la com outras receitas, como molhos de macarrão, risotos, patês, tortas, saladas e muitas outras. A criatividade é o caminho para se obter os benefícios do alimento!
 

Edição: Michele Carvalho