MEMÓRIA

Liderança da Revolução Cubana, Fidel Castro completaria 93 anos nesta terça (13)

Presidente de Cuba de 1976 a 2008, ele morreu aos 90 anos, em novembro de 2016

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Anualmente os cubanos prestam homenagem ao líder máximo do país em comemoração ao seu aniversário / Foto: AFP

Em 13 de agosto de 1926, há exatos 93 anos, nascia Fidel Castro, um dos mais importantes revolucionários do século XX, responsável por liderar a operação que derrubou o ditador Fulgencio Batista e consolidou, em janeiro de 1959, a Revolução Cubana

Fidel nasceu em Birán, no leste de Cuba, e iniciou seus estudos na Universidade de Havana em 1945, onde teve contato com teóricos socialistas que ajudaram a formar sua consciência política. Cinco anos depois, em 1950, formou-se em direito. 

A primeira insurgência organizada por ele ocorreu em 26 de julho de 1953, quando ele e um grupo de ainda desconhecidos guerrilheiros – entre os quais seu irmão, Raúl Castro – foram responsáveis pelo levante que é considerado o embrião da Revolução Cubana: o assalto ao Quartel Moncada

A operação militar, que acabou falhando, tinha como objetivo desencadear a luta armada contra a ditadura de Batista. Dois anos após o levante, Fidel e Raúl foram soltos e tiveram que se exilar no México. 

Foi durante o exílio que Fidel conheceu Ernesto “Che” Guevara, outra importante figura da Revolução. Também foi no México que o grupo que derrubou Batista passou a ter nome: Movimento 26 de Julho. 

Após regressar a Cuba e liderar o triunfo da Revolução, Fidel impulsionou novos aparatos estatais e escreveu leis a favor dos setores cubanos historicamente desfavorecidos. Entre os marcos do período está a lei de Reforma Agrária, firmada pelo revolucionário em 17 de maio de 1959, quando ocupava o cargo de primeiro-ministro. 

::: Releia o especial do Brasil de Fato sobre a trajetória de Fidel Castro :::

A disposição estabeleceu que os documentos de propriedade das terras fossem entregues aos camponeses, retirando os territórios do mando das grandes empresas que atuavam na região e pondo fim aos latifúndios que operavam no país.

Presidente de Cuba de 2 de dezembro de 1976 até 24 de fevereiro de 2008, Fidel passou a delegar suas funções a Raúl Castro, por motivos de saúde, e se afastou oficialmente em 19 de fevereiro de 2008.

O líder da Revolução Cubana morreu oito anos depois, em novembro de 2016, aos 90 anos. O falecimento por causas naturais foi anunciado na TV estatal cubana por Raúl.

Anualmente, os cubanos prestam homenagem ao líder máximo do país em comemoração ao seu aniversário. Em 2019, o ato central ocorre no museu de Birán, no leste do país, próximo ao local de nascimento de Fidel.

Edição: Rodrigo Chagas