Rádio

Luta das mulheres lésbicas é destaque no Programa Brasil de Fato Pernambuco

"O movimento lésbico não deve ser pautado só no dia 29 de agosto" afirma Rivânia Rodrigues, da Candaces

Brasil de Fato | Recife (PE)

,

Ouça o áudio:

Segundo Dossiê sobre Lesbocídio no Brasil, assassinatos de mulheres por conta de sua orientação sexual subiram em 150% entre 2014 e 2017 / Fátima Pereira

O Programa Brasil de Fato Pernambuco desta quarta-feira (21) destaca data que marca a luta pela Visibilidade e o Orgulho Lésbico no Brasil.

"O movimento lésbico não deve ser pautado só no dia 29 de agosto, porque nós somos lésbicas o ano todo", afirma Rivânia Rodrigues, integrante do Candaces - Rede  Nacional de Lésbicas e Bissexuais Negras Feministas, em entrevista ao programa. Rivânia falou sobre o surgimento da data como uma agenda de luta das mulheres lésbicas, comentou a respeito do dossiê sobre lesbocídio (termo utilizado para designar assassinatos de lésbicas) no Brasil, perpassado por questões de raça e geracionais, além de falar sobre como lidam os órgãos oficiais com as violências de gênero.

Na Resenha Esportiva, Daniel Lamir falou sobre situações de times que deixaram de entrar em campo por não terem recebido seus salários.

Nas reportagens: Fumaça de incêndios criminosos na Amazônia se espalha por todo o continente; Seminário na Câmara lançará Frente de Defesa da Soberania Nacional.

O Programa Brasil de Fato Pernambuco é veiculado ao vivo na Rádio Clube 720 AM, das 14h às 15h, de segunda a sexta-feira. 

Você também pode ouvir os nossos conteúdos pelo site: radio.brasildefato.com.br ou pelo aplicativo do Brasil de Fato, disponível na Google Play.

Edição: Marcos Barbosa