Agroecologia

Filme sobre MST poderá ser exibido durante participação de Bolsonaro em evento da ONU

Curta-metragem produzido por Rafael Forsetto e Kiane Assis é finalista de prêmio das Nações Unidas

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

Com mais de 47 mil visualizações, "O que é agroecologia" lidera a etapa de votação popular do concurso / Reprodução/Youtube

O curta-metragem "O que é agroecologia", produzido por Rafael Forsetto e Kiane Assis, que mostra o trabalho de agricultores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na zona rural de Lapa (PR),  poderá ser exibido durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fará o discurso de abertura no próximo dia 24, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. O vídeo é um dos finalistas do Concurso Global de Vídeos da Juventude sobre Mudanças Climáticas – TVEBioMovies 2019, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU).O mais votado entre os vídeos selecionados pela organização será veiculado em dois eventos internacionais: além da Assembleia Geral, em setembro, o curta vai ao ar na Conferência das Nações Unidas para Mudança Climática, em dezembro, no Chile.

Alinhado às pautas do agronegócio, Bolsonaro possui um discurso de oposição ao MST e aos movimentos populares do campo.

No assentamento Contestado, a produção de alimentos sem agrotóxicos, por meio de sistemas agrícolas que utilizam todos os recursos naturais sem desmatar, ajudam a colocar comida saudável na mesa dos trabalhadores da região sem contaminar a terra, a água e a saúde de quem planta e de quem come.

A educação de qualidade é respaldada pela Escola Latino Americana de Agroecologia. Construída junto à Via Campesina, a instituição recebe estudantes da América Latina e do Caribe e colabora na difusão de modelos de produção alternativos ao agronegócio. Em parceria com o Instituto Federal do Paraná (IFPR), a escola criada em 2005 já formou três turmas de tecnólogos.

"Apresentar este vídeo na ONU não seria apenas uma honra, mas quase uma obrigação. Nesse momento de crise ambiental no país, em que temos um presidente que prefere 'passar pano' para os crimes ambientais em vez de combatê-los, é importante mostrar o papel do MST para garantir uma maneira sustentável de produzir alimentos, combater a desertificação, renovar o solo e preservar a biodiversidade", analisa Forsetto, um dos autores do vídeo. "Se a gente conseguir passar esse vídeo, eles serão obrigados a prestar atenção ao trabalho que o MST vem fazendo, à relevância do movimento nesse âmbito da agroecologia, e terão que admitir que há alternativas à agricultura agressiva, dependente de agrotóxico. E essa frente vem sendo liderada pelo MST, que é tão demonizado no governo Bolsonaro". 

Com mais de 47 mil visualizações, "O que é agroecologia" lidera a etapa de votação popular, que inclui apenas vídeos pré-selecionados pela organização do concurso. A disputa se encerra neste sábado (7), às 20h (horário de Brasília). Cada visualização do curta-metragem no Youtube equivale a um voto. Clique aqui para assistir.

 

 

Edição: Daniel Giovanaz