Futebol

Coluna Elas por Elas | O pontapé inicial

A seleção brasileira de futebol deu seus primeiros passos na nova fase.

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
Fernanda Haag é colunista esportiva do Brasil de Fato Paraná / Arte: Vanda Moraes

A seleção brasileira de futebol deu seus primeiros passos na nova fase. A vinda de Pia Sundhage representa mais que mudanças táticas, basta pensar que quando chegou à CBF havia apenas uma mulher (Bia Vaz) nas comissões do futebol feminino, quando veio, já eram quatro. Com a bola rolando, o selecionado jogou o Torneio Uber Internacional no Pacaembu. No primeiro jogo, com um público de 13.180, goleou a Argentina por 5x0 com um futebol vistoso. A base do time foi próxima à da Copa, mas o time jogou mais compacto, acertando passes curtos no meio e impôs seu estilo, mostrando o que podemos esperar dessa nova era.

Já na final contra o Chile, com uma chuva descomunal e 16.812 presentes, o Brasil não conseguiu o mesmo desempenho, até por falta de entrosamento, pois metade do time foi modificado e acabou empatando em 0x0, levando a final para os pênaltis. E aqui precisamos reverenciar a pequena gigante (com 1,63m) Aline Reis, que pegou 3 cobranças seguidas das chilenas, incluindo a da goleira Christiane Endler. Infelizmente, o Brasil perdeu 4 cobranças e acabou sendo vice. Mas o saldo geral da competição foi positivo, como falou Pia: o que vale é a jornada! E nós acrescentamos: e o que vem por aí!  

Edição: Laís Melo