COLUNA DOS CLUBES

Coluna Timbu | Falta outra mão

Tudo indica que a disputa pelo título da série C caminhe sem maiores surpresas

Brasil de Fato | Recife (PE)

,
O fato é que o Náutico, com méritos, construiu, dentro de campo, uma vitória com a boa vantagem de 2 (dois) gols de diferença / Léo Lemos/Náutico

Tá perto, tá bem perto. Aliás, pode dizer que uma mão já foi. Amigos alvirrubros, longe de querer demonstrar arrogância ou soberba, é fato que o Náutico, com méritos, construiu, dentro de campo, uma vitória com a boa vantagem de 2 (dois) gols de diferença.

Obviamente, que não está nada – nada mesmo – garantido; e, ainda bem. Afinal, é essa possibilidade de reverter resultados que torna o futebol um esporte tão emocionante para nós torcedores. Quem nunca viu disputas, aparentemente, decididas se transforem em viradas épicas?No entanto, tudo indica que a disputa pelo título da série C caminhe sem maiores surpresas. O Náutico tem um histórico de quando perder, perder por poucos gols e a defesa, sobretudo com a chegada de Dal Pozzo, está mais segura. O grito tá perto de sair.

 

*Filipe Spenser é torcedor do Náutico

Edição: Monyse Ravenna