ATO UNITÁRIO

Pelotenses debatem conjuntura atual

As crises econômica e democrática no país foram abordadas em evento realizado no município de Pelotas

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Ato lotou o auditório da ASUFPel / Fotos: Divulgação

Cerca de 200 pessoas, entre elas membros de partidos políticos e de movimentos populares, sindical e sociedade civil lotaram a sede do sindicato da Associação dos Servidores Universidade Federal de Pelotas (ASUFPel), em Pelotas, na noite dessa segunda-feira (7). O motivo, debater a atual conjuntura política e social do país. Com o título "Os desafios para o município diante das crises na economia e na democracia brasileira", o ato contou com a participação e contribuição de diversas lideranças municipais, estaduais e nacionais. 

Organizada e promovida de forma unitária pelo PCdoB, PDT, PRC, PSOL, PT e pela Frente Brasil Popular (FBP), a atividade teve a participação do ex-candidato ao governo do Estado Miguel Rossetto (PT). Também estiveram presentes Roberta Mello do PSOL, Juliano Roso do PCdoB, Afonso Mota do PDT, Elton Lima do PRC e a cientista social Patrícia Cunha. Na ocasião, os presentes puderam debater e tecer suas considerações sobre a temática. 

Em entrevista ao programa Contraponto, Helder Oliveira, representante do PSOL, ressaltou a relevância do assunto. “Esse tema se torna importante por que nós vivemos um Estado de exceção no Brasil, ainda que pincelado de democrático. Nós passamos por uma eleição que teve muita dificuldade de se implementar como uma eleição democrática, teve uma série de questões que a gente pode questionar. Mas, o fato é que nós precisamos avançar, enquanto projeto da classe trabalhadora, em que democracia nós queremos”, afirmou. 

A atividade foi avaliada pelos presentes como um novo horizonte na política local e nacional, na perspectiva da construção de uma unidade política capaz de dar novas respostas ao cenário político, social e econômico no município.

* Com informações do Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região

Edição: Marcelo Ferreira