MEIO AMBIENTE

Atlas Socioambiental de Viamão será lançado nesta sexta (11)

Coordenado pela UFRGS, projeto tem como objetivo inventariar o ambiente natural e social da cidade

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Município abriga o Parque de Itapuã, última amostra dos ecossistemas originais da Região Metropolitana de Porto Alegre / Foto: Prefeitura de Viamão

Cidade vizinha de Porto Alegre, Viamão tem uma população estimada em 285.269 habitantes. Em seu território ficam localidades como a aldeia indígena Cantagalo e as comunidades rurais Capororoca, Passo da Batalha, Beco do Pesqueiro. Atendendo à luta dessas comunidades, a deputada estadual Sofia Cavedon (PT) propôs à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) a elaboração de um atlas para inventariar o ambiente natural da cidade. O material poderá embasar projetos de educação ambiental, guiar edificações, planificações urbanas e políticas públicas. Seu lançamento será nessa sexta-feira (11), às 15h, na Câmara de Vereadores do município. Haverá também apresentação cultural.

Em maio deste ano, foi formado o Comitê Impulsor do Atlas Socioambiental de Viamão, responsável pela elaboração do material. Coordenador do processo de construção do atlas, o professor e pesquisador Rualdo Menegat, da UFRGS, afirma que o material possibilitará um processo pedagógico e participativo de inventário da geologia, geomorfologia, hidrografia, solos, flora, fauna, clima, patrimônio ambiental e natural, evolução (povos originários) e organização urbana, praças e parques, figueiras, clima, impactos ambientais, desenvolvimento sustentável urbano, gestão pública e dados gerais.

A deputada Sofia ressalta que a elaboração do material é de extrema relevância, tendo em vista a combativa luta da população da cidade na proteção de suas riquezas naturais diante das incessantes iniciativas de licenciamentos para instalação de empreendimentos de exploração da zona rural. "Precisamos proteger a cidade de Viamão, inventariar suas riquezas para que tenhamos um instrumento técnico inquestionável, que sirva de base para qualquer licenciamento na cidade. Nosso mandato, tomou a iniciativa e se coloca como agente de articulação e apoio neste processo, mas é a comunidade de Viamão que tomará pra si essa bela construção, produzindo um processo pedagógico e participativo" afirma a Deputada.

* com informações da assessoria da deputada Sofia Cavedon

Edição: Marcelo Ferreira