INTERNAS

Paulo Pimenta é eleito presidente do PT-RS

Deputado foi aclamado para cargo durante o 7º Congresso Estadual do partido

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Aclamação de Pimenta (no centro de vermelho) significa unidade política, avalia o atual presidente do partido, deputado estadual Pepe Vargas / Foto: Joaquim Moura/PT-RS

O deputado federal Paulo Pimenta foi eleito para a presidência do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Sul. Ele foi escolhido por aclamação, nesse domingo (20), durante o 7º Congresso Estadual do PT, quando também foram aprovadas as resoluções que nortearão as ações do partido pelo próximo período. O encontro foi encerrado com um grande ato político, que homenageou os homens e mulheres que compuseram a primeira comissão temporária que deu origem ao Partido dos Trabalhadores, em 1979.

Os 400 delegados eleitos dedicaram o congresso em homenagem aos educadores e educadoras, aos agricultores familiares produtores de leite vítimas do descaso e da ausência de um preço mínimo e aos 505 mil gaúchos e gaúchas desempregados no estado, em especial aos jovens, que todos os dias buscam trabalho e emprego e não encontram. Com isso, o Congresso foi dedicado aos que mais sofrem com o desrespeito dos governos Sartori e Eduardo Leite. Também foram votadas e aprovadas duas moções: uma pedindo a retirada do regime de urgência do Projeto de Lei que altera o Código do Meio Ambiente e outra de apoio à educação pública no Rio Grande do Sul.

O atual presente do partido, deputado estadual Pepe Vargas, afirmou que o 7º Congresso Estadual do PT deixou claro o fortalecimento do partido e a aclamação de Paulo Pimenta representa a unidade política do partido. “Tenho certeza de que se fosse a companheira Ana Afonso a eleita, todos nós estaríamos juntos no diretório, assim como se fosse eu, todas as correntes estariam representadas e, com Paulo Pimenta, não será diferente, ele terá o apoio de todos”.

Paulo Pimenta ressaltou a importância da militância no 7º Congresso e que renovou as esperanças de um futuro melhor para o Brasil. “O PT-RS é uma referência no país. Se isso é verdade nós partimos de um patamar muito alto e o nosso desafio é enorme: ir além do que os companheiros da atual direção, em especial o companheiro Pepe Vargas, construíram”. Pimenta afirmou também que o resultado das eleições de 2020 depende dessa militância. “A nossa disposição é de unidade, lealdade e combatividade como sempre tivermos. Vamos voltar com nosso partido governando Porto Alegre e várias cidades do interior. Vamos tentar ousar e estar em todo o estado. As reuniões do diretório não serão mais em Porto Alegre. Serão no interior.”

Assista à transmissão do ato político que aclamou o deputado pela Rede Soberania:

Edição: Marcelo Ferreira