Enem

O que pode e o que não se pode levar ao local de prova do Enem 2019

Caneta de tinta preta e de material transparente é item obrigatório para fazer o exame

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,

Ouça o áudio:

A segunda fase do Enem acontece no dia 10 de novembro. / Valter Campanato/Ag. Brasil

Você vai fazer a primeira fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no próximo domingo (3)? Já sabe o que pode e o que não pode levar no dia da prova?

Fique atento à lista dos itens proibidos para não ser eliminado do processo! Celulares e objetos eletrônicos, como calculadoras, tablets e chaves com alarme, devem ser desligados e guardados em envelopes lacrados. Caso algum desses aparelhos emitam algum som durante o exame, o candidato perde o direito de fazer a prova.

Outros objetos proibidos são lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borracha, régua, corretivo, livros, manuais e anotações. Os candidatos também não podem portar óculos escuros, bonés, chapéus, viseiras ou gorros.

Para fazer a prova, é obrigatório apresentar documento de identificação original e com foto, como o RG, carteira de trabalho, certificado de reservista, passaporte, carteira de motorista e de registro nacional migratório.

Certidão de nascimento ou de casamento, carteirinha de estudantes, título eleitoral, crachás, carteira de motorista anterior a 1997, vias digitais ou cópias autenticadas não serão aceitos.

Importante: para fazer o exame, o candidato só pode usar caneta esferográfica de tinta preta e de material transparente.

Embora não seja obrigatório, é recomendado também levar o cartão de confirmação de inscrição, pois ele traz informações importantes, como o endereço de aplicação da prova. 

Para mais informações, acesse o site do Enem 2019.

Edição: Michele Carvalho