RÁDIO

Retomada da Samarco em Mariana é destaque no Programa Brasil de Fato - MG 30/10/2019

Na última sexta-feira COPAM aprovou a volta das atividades da empresa

Belo Horizonte

,

Ouça o áudio:

Desfecho das investigações sobre o assassinato de Marielle Franco ligam principal suspeito ao presidente Jair Bolsonaro / Reprodução

O gás sobe e o fornecimento de energia vai aos poucos piorando. Essa é a estratégia do governador de Minas, Romeu Zema para privatizar a Cemig. Os trabalhadores da estatal denunciam que privatização da empresa já está em curso. Segundo economista, a piora do serviço público facilita a desestatização, pois coloca a população contra a empresa.

Investigações apontaram que Jair Bolsonaro tem relações com o principal suspeito do assassino da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, em março do ano passado. Horas antes do crime, o suposto assassino deu entrada no condomínio de Bolsonaro, dizendo que ia visitar Jair. Por envolver o presidente da República, que tem foro privilegiado, a investigação deve ser enviada para o Supremo Tribunal Federal.

Em Brumadinho a população já sofre com a falta de água. Na semana passada o crime da Vale completou nove meses e até hoje famílias chegam a ficar três dias sem abastecimento. Apesar da morosidade das mineradoras em reparar as vítimas dos crimes de rompimento de barragens, na última sexta-feira o Conselho Estadual de Política Ambiental autorizou a volta das operações da mineradora Samarco em Mariana.

Edição: Amélia Gomes