Cultura afro-brasileira

Em homenagem a Clara Nunes, cantora curitibana lembra resistência negra

Brinsan N’Tchalá apresenta “Noite especial Clara Nunes” nesta quinta (7), no Espaço Fantástico das Artes

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
"[O show] vem dessa vontade de gritar que a gente existe e a gente pode existir", diz Brinsan N'Tchalá / Stay Flow

“Um grito de respeito aos orixás, ao povo de santo, ao povo de terreiro”. Assim a cantora e compositora Brinsan N'Tchalá descreve seu novo espetáculo “Noite especial Clara Nunes”, que acontece nesta quinta (7), a partir das 20h, no Espaço Fantástico das Artes, em Curitiba.

No show, Brinsan faz uma releitura de músicas de Clara Nunes (como os clássicos “O mar serenou”, “Canto das Três Raças” e “Conto de Areia”), acompanhada por danças temáticas afro. Também fazem parte do repertório algumas composições autorais de Brinsan, como "Bela Oxum" e "Ê Zambi ê". A proposta é que a noite seja uma viagem no samba de roda, samba de terreiro e na música afro brasileira.

De acordo com Brinsan, homenagear Clara Nunes é uma forma de lembrar que a cultura africana está enraizada na cultura brasileira e tudo que nasce antes e depois dessa junção deve ser respeitado. Para a cantora, “esse é um momento crucial” para se falar sobre cultura afro e religiões de matriz africana, principalmente no Paraná. 

Segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH), apenas em 2018, foram registradas mais de 300 denúncias de intolerância religiosa no Paraná, sendo metade (50%) contra religiões de matriz africana. A taxa representa mais do que a média do país inteiro, em que a violência contra cultos e crenças de matriz africana representam 30% das denúncias.

“As canções que Clara Nunes interpretou ao longo da vida são canções que trazem a trajetória dos negros, da resistência do povo de terreiro, das religiões de matriz africana e a própria perseguição que essas religiões sofrem. [O show] vem dessa vontade de gritar que a gente existe e a gente pode existir”, afirma Brinsan.

Os ingressos para a "Noite especial Clara Nunes com Brinsan N'Tchalá" custam R$ 20 e serão vendidos apenas na bilheteria do Espaço Fantástico das Artes, a partir das 19h, nesta quinta (7).

 

 

Edição: Redação