Feira do Livro de Porto Alegre

Mães e Pais pela Democracia lançam publicação e promovem debate

Grupo milita por educação com democracia, liberdade; pluralidade demarcou primeiro ano de atividades

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Autores se reuniram para sessão de autógrafos coletiva / Foto: Marcos Corbari

A Associação Mães e Pais pela Democracia marcou presença na 65ª Feira do Livro de Porto Alegre com o lançamento de um livro coletivo (“Educar com amor e liberdade”), composto por 40 ensaios assinados por alguns dos membros do movimento. O lançamento foi precedido por mais uma edição do já tradicional Café Democrático, onde foi abordado o tema “Educação, Ciberética e Censura”. As atividades realizadas demarcaram um ano de existência da associação, que tem por objetivo buscar uma educação livre e plural para as crianças e jovens que neste período histórico estão passando pela idade escolar.

"Buscamos garantir a pluralidade, a liberdade de cátedra, a liberdade de aprender e ensinar, o direito de nossos filhos e filhas ter uma educação mais rica, para que se aflorem as suas sensibilidades e para que sejam eles os responsáveis pela virada do jogo democrático na nossa infante democracia" expressou Aline Kerber, mãe democrática que coordena o grupo no momento. “Há um ano nos unimos em torno desses valores. Defendemos a educação, a liberdade e os direitos, compreendendo que este momento é tão grave que mesmo o óbvio precisa ser dito e reafirmado”, acrescentou. Relembrou ainda dos momentos em que foram desafiados a ir às ruas e enfrentar ataques e agressões protagonizados por movimentos que defendem a “escola sem partido”.

A obra trata de temas como: ser pai e ser mãe, racismo, masculinidade tóxica, trabalho infantil, economia, meio ambiente, o contexto de perseguição ideológica contra professores, as tentativas de impor nas escolas o pensamento único e contrário aos direitos humanos e à liberdade de aprender e ensinar. Traz ainda a maneira como a Associação Mães e Pais pela Democracia foi criada e tocou a vida de cada família.

Presentes nos debates virtuais e também nas ações e mobilizações de ruas, as Mães e Pais pela Democracia têm articulado importantes ações. Uma delas esteve em destaque na defesa da liberdade de manifestações dos cartunistas da Grafar, quando estes tiveram uma exposição de imagens críticas ao governo censuradas na Câmara de Vereadores. Além das atividades de exceção, o grupo já tem uma rotina produtiva que vem se intensificando ao longo deste primeiro ano de existência, tais como os debates promovidos nos Cafés Democráticos, o Festival pela Democracia, as participações junto aos ambientes escolares públicos e, em destaque, a participação no Fórum de Combate à Intolerância.

“Educar com amor e liberdade: ensaios sobre maternidade, paternidade e política” está à venda na banca da Tomo Editorial durante a Feira do Livro de Porto Alegre e também pelo site da editora Tomo. O valor sugerido é R$ 36,00. Todos que adquirem o livro são convidados a postar fotos nas redes sociais com seus exemplares, acompanhadas pelas hashtags #educarcomamoreliberdade e #maesepaispelademocracia.

Os autores dos ensaios integrantes da obra são Aline Kerber (organizadora), Melissa Mayer Ferraz, Patrícia Berg da Trindade, Patrícia Spindler, Paulo Rogério Barbosa Vargas, Priscila Guerra, Renato Bertuol Barros, Renato Nakahara, Rita de Cássia Sant Ana Vargas, Roberta Sirangelo Machado, Uendel Natanael, Marina Wohlke Cyrillo, Letícia Wolff Garcez, Carine Bueira Loureiro, Cristina Cattaneo da Silveira, Denise Macedo Ziliotto, Eduardo Pazinato, Inês Martina Lersch, João Carlos Loebens, José Fernando Cardoso, Jucélia Ferreira Loebens, Karla Schumacher Vitola, Kiko Ferraz, Volnei Piccolotto.



Degustação | Leia as primeiras páginas do livro.

Edição: Marcelo Ferreira