Nota

Esclarecimento | É falso o material atribuído ao Brasil de Fato sobre esquistossomose

Matéria sobre o crime de Brumadinho (MG) foi adulterada, e o nome da repórter, usado indevidamente

Brasil de Fato | São Paulo (SP)

,
Adulteração se refere a um assunto extremamente grave, de saúde pública, por isso o veículo vem a público prestar este esclarecimento / Divulgação/Brasil de Fato

É falsa a reportagem "Surto de esquistossomose em jovens universitários preocupa autoridades", que circula nas redes sociais desde a última quarta-feira (20). A fotografia que circula é de autoria de Marcelo Cruz, sobre o vazamento da barragem de Brumadinho (MG). O nome da repórter, Lu Sudré, também é usado indevidamente.

:: Confira a reportagem original: "Dois meses após tragédia de Brumadinho, atingidos sofrem de doenças físicas e mentais" :: 

Não é a primeira vez que materiais falsos são atribuídos ao Brasil de Fato. Desta vez, porém, a adulteração se refere a um assunto extremamente grave, de saúde pública, por isso o veículo vem a público prestar este esclarecimento.

Pedimos, por gentileza, a todos que receberam a matéria adulterada, que compartilhem esta nota nos grupos de conversa em que a informação falsa está circulando.

Edição: Daniel Giovanaz