Resistência

CineBancários, 11 anos de cinema alternativo no centro de Porto Alegre

Longe das salas comerciais, da distribuição de blockbuster, o espaço promove a exibição de filmes nacionais e latinos

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS)

,
Cinema do SindBancários fica na rua da Ladeira (General Câmara, 424), no centro histórico da capital / Foto: Divulgação

Na rua da Ladeira (General Câmara, 424), no centro histórico de Porto Alegre, o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região há 11 anos abriga o CineBancários, espaço para o cinema nacional e latino-americano. A preço acessível, a proposta é oferecer uma alternativa ao roteiro comercial das salas de cinema. São filmes contemporâneos inéditos, de todos os cantos do país, que trazem uma grande diversidade de temáticas, abordagens, estéticas e linguagens cinematográficas. 

Como explica a diretora de Esporte, Cultura e Lazer do Sindicato, Ana Lúcia Soares Guimarães, o CineBancários nasceu junto com a reforma da Casa dos Bancários. “A proposta sempre foi ser um espaço destinado pra fazer o cinema cult, filmes que não têm espaços nas salas comuns”.

Bia Barcellos, curadora do cinema e responsável pela elaboração do projeto, atesta que em seus onze anos de funcionamento, adquiriu uma grande importância no cenário cultural porto-alegrense. “Nesse período consolidou-se como a sala de cinema que mais exibe cinema nacional e latino no estado. Foram ao todo 250 filmes dessas cinematografias lançados, sendo que, muitos deles com a realização de debates abertos ao público. Com uma programação voltada exclusivamente para a nossa identidade, a nossa cara, a nossa realidade e que em grande parte não chega às salas de cinema mais comerciais.” Para Ana e Bia, diante do desmanche da cultura, por conta da falta de investimentos, o CineBancários tem conseguido fazer dos filmes exibidos, a grande arma de resistência contra a barbárie em que vive o país.

No ano passado, a instituição criou o Clube CineBancários, a campanha disponível pela internet é um projeto contínuo que busca apoio da comunidade para ajudar a manter o cinema. Com o valor de R$ 10,00 mensais, em contrapartida os apoiadores ganham ingressos e a programação antecipada. Aberto de terça a domingo, com ingresso a R$ 12,00, tem meia entrada para estudantes, idosos bancários sindicalizados, jornalistas sindicalizados, pessoas com deficiência e também aos sindicatos filiados à CUT. 

Programação da semana

Três filmes brasileiros estão sendo exibidos no CineBancários no período desta quinta-feira (5) até a próxima quarta-feira (11). São eles: a estréia de "Ainda temos a imensidão da noite" e a continuação de "Bixa Travesty" e "A vida invisível de Eurídice Gusmão", escolhido para concorrer a uma vaga nos indicados de melhor filme internacional no Oscar 2020. 

14h30: A vida invisível de Euridice Gusmão (Brasil. 2018. Drama. 139 min. Direção:  Karim Aïnouz)

Sinopse: Rio de Janeiro, 1950. Eurídice, 18, e Guida, 20, são duas irmãs inseparáveis que moram com os pais em um lar conservador. Ambas têm um sonho: Eurídice o de se tornar uma pianista profissional e Guida de viver uma grande história de amor. Mas elas acabam sendo separadas pelo pai e forçadas a viver distantes uma da outra. Sozinhas, elas irão lutar para tomar as rédeas dos seus destinos, enquanto nunca desistem de se reencontrar. Filme brasileiro escolhido para concorrer a uma vaga nos indicados de melhor filme internacional no Oscar 2020 , ganhou tambem o Grand Prix da mostra Un Certain Regard, no Festival de Cannes – inédito na história do cinema brasileiro –, além de prêmios do público de Melhor Filme e do júri de Melhor Fotografia, no Festival de Cinema de Lima; e o CineCoPro Award, no Festival de Munique.

17h: Bixa Travesty (Brasil, 2018. 75 min. Documentário. 18 anos. Direção:  Claudia Priscilla e Kiko Goifman)

Sinopse:Documentário de longa-metragem com a cantora e atriz Linn da Quebrada. Grande expoente na cena musical de São Paulo, dona de uma forte e ousada presença no palco, busca constantemente discutir e quebrar paradigmas e estereótipos. Elenco: Linn da Quebrada, Jup do Bairro, Liniker, Raquel Virginia, Assucena Assucena, Thiago Felix, Nu Abe, Lilian dos Anjos, Nicole Afonso Rueda, John Halles, Slim Soledad.

19h: Ainda temos a imensidão da noite (Brasil / ficção / 98 min / Direção Gustavo Galvão)

Sinopse: Cansada de lutar por um lugar ao sol com sua aguerrida banda de rock, onde é vocalista e trompetista, Karen decide ir embora de Brasília, cidade que seu avô ajudou a construir. Ela segue os passos do ex-parceiro de banda Artur, que tenta a sorte em Berlim. O convite parte de Martin, amigo alemão com quem fecham um triângulo imprevisível. Elenco Ayla Gresta, Gustavo Halfeld, Steven Lange, Vanessa Gusmão, Hélio Miranda, Marat Descartes, Bidô Galvão, Fernando Teixeira, Clemente Nascimento e Pit Bukowski

Não há sessões nas segundas-feiras.

Edição: Katia Marko e Ayrton Centeno