Coluna

Em vez da bonança prometida, governo caminha para mais crise e exclusão social

Imagem de perfil do Colunista
05 de Dezembro de 2019 às 19:59

Ouça o áudio:

Há uma tentativa da grande imprensa brasileira e das elites neoliberais de tentar desmobilizar a população brasileira / Olivier Douliery/AFP
Elites e imprensa querem vender ideia de recuperação econômica que não é real

Diante da divulgação do resultado do PIB – Produto Interno Bruto – com um pequeníssimo crescimento neste último trimestre, podemos perceber uma tentativa vigorosa da grande imprensa brasileira e das elites, de passar a ideia e a sensação ao povo brasileiro de que nós estamos encerrando um período de crise e entrando em um período de bonança. Isso, na prática, não corresponde à realidade. 

Se lidos, os próprios dados apontam que este é um crescimento muito momentâneo e que ocorre em determinados setores, porque um dos fatores fundamentais e determinantes, que seria o crescimento nos bens de produção, efetivamente não acontece. 

A leitura que nós viemos fazendo é que há uma tentativa da grande imprensa brasileira e das elites neoliberais de tentar desmobilizar a população brasileira.

Isso, compreendendo que ela possa vir fazer frente à essa política neoliberal, desastrosa, de miséria e de exclusão social, do presidente Jair Bolsonaro.

Então sigamos vendo o que de fato acontecerá no Brasil, porque lamentavelmente todas as medidas até aqui aprovadas, como a reforma trabalhista, a reforma da Previdência e as novas medidas que ainda tramitam no Congresso Nacional, apontam para um caminho não só de agudização da crise econômica, mas de uma exclusão social profunda e cada vez maior. 

É preciso que tenhamos clara a necessidade de continuar mobilizando a população brasileira contra essas medidas neoliberais de Guedes e de Bolsonaro.

Edição: Rodrigo Chagas