Cultura

Agenda Cultural BdF RS

Confira a agenda de eventos culturais para os próximos dias em Porto Alegre e programe-se

Brasil de Fato | Porto Alegre

,
Agenda cultural entre os dias 09 e 16 de janeiro / BdF RS

O ano começa com muitas atrações na capital gaúcha, com o Porto Verão Alegre. Também entra em cartaz o espetáculo A Sbørnia Kontr'Atracka. Tem mostra de filmes do diretor greco-francês Constantin Costa-Gavras, importante nome do cinema político, e estreia do documentário Túlio Piva: Pandeiro de Prata, o filme, com debate com diretores e Rodrigo Piva, neto de Túlio. Com debate acontece a abertura da exposição “Mulheres (in) Visíveis", que compõe a Bienal Black Brazil Art – Eixo Porto Alegre. Tem ainda Samba Delas no Comitê Latino Americano, Demétrio Xavier no Parangolé, a 13ª edição do Slam do Gozo e "Leitura em Voz Alta" celebrando o Dia do Leitor. Confira a programação.


07 de janeiro a 16 de fevereiro - Porto Verão Alegre

A partir do conceito “Tudo em Movimento”, a 21ª edição do Porto Verão Alegre, festival multicultural privado que movimenta o verão gaúcho desde sua idealização, há duas décadas, promete ser a maior já realizada nas últimas duas décadas, segundo os fundadores Rogério Beretta e Zé Victor Castiel. O Porto Verão Alegre de 2020 possuí mais de 400 apresentações e eventos culturais durante 40 dias de festival.

Próximas atrações:

Bukowski (drama)

08 a 12 de janeiro, no Teatro de Arena 

Enfim Nós! (comédia)

08 a 11 de janeiro, no Bar do Nito 

Bundaflor Bundamor (dança)

08 a 09 de janeiro, na Casa de Espetáculos 

Como Emagrecer fazendo Sexo

08 a 09 de janeiro, no Porto Alegre 

Mostra Ponto de Teatro: Sambaracotu (dança)

08 a 09 de janeiro, no Instituto Ling 

A Doce Bárbara Maria Bethânia e Banda (musical)

08 a 09 de janeiro, na Sala Álvaro Moreyra

Diogo Almeida (stand-up)

08 a 22 de janeiro, no Porto Alegre Comedy Club

Bailei na Curva (drama)

08 a 12 de janeiro, no Teatro da AMRIGS

Causos do Coronel (música)

08 a 09 de janeiro, no CHC Santa Casa

Neto Fagundes (stand-up)

09 a 09 de janeiro, no Porto Alegre Comedy Club

O Sertão em mim (drama)

10 a 12 de Jan, na Casa de Espetáculos

Que raio de professora sou eu? (monólogo)

10 a 12 de janeiro, na Sala Álvaro Moreyra

Mostra Ponto de Teatro: Criaturas da Literatura (infantil)

10 a 11 de janeiro, no Instituto Ling

Caio do Céu (drama)

10 a 12 de janeiro, no CHC Santa Casa

Expedição Monstro (infantil)

11 de janeiro, no SESC - Porto Alegre

Maurício Dollenz | One Man Show (stand-up)

11 a 25 de janeiro, no Porto Alegre Comedy Club

Brinco de Princesa (infantil)

12 de janeiro, no SESC - Porto Alegre

Passeio Catamarã Bela Catarina (programação)

13 de janeiro a 10 de fevereiro, no Catamarã Bela Catarina

90 Ceias (comédia)

14 a 16 de janeiro, na Sala Álvaro Moreyra

Nas Sombras do Coração (drama)

14 a 15 de janeiro, no Teatro de Arena

Lembranças no Lago Dourado (comédia)

14 a 16 de janeiro, no SESC - Porto Alegre

Teatro Mágico de Madame Loulou (comédia)

14 a 04 de fevereiro, no Bar do Nito

Cris Pereira | Meu Nome Não É Jorge (stand-up)

14 a 28 de janeiro, no Porto Alegre Comedy Club

Programa do Guri (comédia)

14 de janeiro a 11 de fevereiro, no Teatro da AMRIGS

Inimigas Íntimas (comédia)

14 a 16 de janeiro, no Teatro CIEE

Um Certo Capitão Fernando (drama)

14 a 16 de janeiro, no CHC Santa Casa

Ramal 340: sobre a migração das sardinhas ou porque as pessoas simplesmente vão embora (drama)

14 a 16 de janeiro, no Teatro Renascença Drama

A Fome (drama)

15 a 16 de janeiro, no Teatro Bruno Kiefer Drama

O Assassinato de Santiago (drama)

15 a 16 de janeiro, no Teatro Carlos Carvalho

Mostra Ponto de Teatro: Homem de Lugar nenhum (drama)

15 a 16 de janeiro, no Instituto Ling

Inconsequente – Nego Di (stand-up)

15 a 19 de janeiro, no Teatro da AMRIGS

Do Lugar Onde Habito (dança)

16 a 17 de janeiro, na Casa de Espetáculos

Sex-teto - Barco Cisne Branco (comédia)

16 de janeiro, no Barco Cisne Branco

Goela Abaixo ou Por Que tu não Bebes? (comédia)

16 a 19 de janeiro, no Teatro de Arena

Afonso Padilha (stand-up)

16 a 23 de janeiro, no Porto Alegre Comedy Club

Programação completa, valores, horários e locais em https://portoveraoalegre.com.br/


07 a 15 de janeiro - Mostra 4x Costa-Gavras e clássico do diretor Joe D’Amato

Na Cinemateca Capitólio (Demétrio Ribeiro, 1085, Centro de Porto Alegre)

A mostra 4x Costa-Gavras traz os quatro primeiros longas-metragens do realizador greco-francês Constantin Costa-Gavras, um dos nomes mais importantes do cinema político moderno. A programação apresenta duas de suas obras políticas mais admiradas, Z (1969) e A Confissão (1971), e seus dois primeiros filmes, o policial Crime no Carro Dormitório (1965) e Tropa de Choque: Um Homem a Mais (1967), ambientado na Segunda Guerra Mundial.

O valor do ingresso é R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos. Programação completa: http://www.capitolio.org.br/novidades/3927/4x-costa-gavras/


09 a 19 de janeiro - A Sbørnia Kontr'Atracka

De quinta a domingo, às 21h, no Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº, centro de Porto Alegre)

Conduzido por Hique Gomez e Simone Rasslan – cantora, pianista e atriz que veio completar a equipe –, A Sbørnia Kontr’Atracka apresenta as tradições e a cultura da ilha flutuante à plateia de forma tipicamente sbørniana, com muita música e humor. Os narradores são Kraunus (Hique Gomez) e Nabiha (Simone Rasslan), a grande pianista sbørniana formada pela Libertok Universitik de Musik da Sbørnia, mesma universidade do Maestro Pletskaya (Nico Nicolaiewsky, 1957 – 2014), que na história voltou para a Sbørnia com o objetivo de controlar uma revolução.

Ingressos: De R$ 40 a R$ 120


09 de janeiro - Túlio Piva: Pandeiro de Prata, o filme

Às 19h15, na Sala Norberto Lubisco, Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736 – Porto Alegre)

Estreia em Porto Alegre, na Casa de Cultura Mário Quintana, o documentário Túlio Piva - Pandeiro de Prata. Após a sessão, os diretores e o neto de Túlio, Rodrigo Piva, participam de um bate-papo sobre o filme. Dirigido por Marko Martinz e Loli Menezes (Vinil Filmes), direção musical de Rodrigo Piva e distribuição da Guarujá Produções, Túlio Piva - Pandeiro de Prata faz uma síntese da vida e obra do compositor gaúcho Túlio Piva (1914-1993), trazendo raras imagens de arquivo e de áudio, entremeadas por depoimentos de amigos, familiares, jornalistas e figuras de destaque do meio artístico. Autor dos clássicos “Tem que Ter Mulata”, “Pandeiro de Prata” e “Gente da Noite”, Túlio foi gravado por importantes nomes da música popular, sendo uma das principais referências do samba produzido na região sul, ao lado do conterrâneo Lupicínio Rodrigues. O filme foi realizado de forma independente e com recursos arrecadados em uma campanha de financiamento coletivo, especialmente para homenagear o sambista, que estaria completando 105 anos de nascimento no dia 4 de dezembro de 2019.

Ingressos: R$ 12,00 (R$ 6,00 – estudantes, professores e maiores de 60 anos). Clientes do Banrisul: 50% de desconto em todas as sessões.


10 de janeiro - Abertura da Exposição Mulheres (in) Visíveis

Às 10h, no Museu da UFRGS (Av. Osvaldo Aranha, 277, Porto Alegre)

Memória e Trauma: Reminiscências é o último ciclo da Bienal Black Brazil Art – Eixo Porto Alegre, que carrega como tema central “Mulheres (in) Visíveis". Esse pequeno acervo de pouco mais de 25 peças traz à tona um conjunto de histórias de mulheres (e homens) negros racializados que concentram em suas narrativas imagens sociais, sistemas politizados, dor, perda e sentimento de renovação, mais especificamente, na dinâmica gerada pela representação de mulheres negras por mulheres negras.

Artistas: Afroberdiana, Jordana Braz, Julia Pá, Rosa Paiva, Mayara Smith, Carolina Cerqueira, Soupixo, Ilana Paterman, Ericson Mendes, Hully Roque, Xilopretura, Matheus Dias, Rogeane Oliveira e Antônio Oliveira, Eriquildas, Karolline Oliveira, Lais Oliveira, Rosane Soares.

Roda de Conversa "Artistas (em) Conversação - Memória e Trauma: (reminiscência)", às 10h, com mediação: Carla Menegaz.

Visitação: de 13 de janeiro a 07 de fevereiro de 2020, das 07h30 às 13h30.

Gratuito.


10 de janeiro - Samba Delas no Comitê

A casa abre às 19h, show inicia às 21h, no Comitê Latino-Americano (Rua Vieira de Castro, 133, Porto Alegre)

O 2020 do Samba Delas vai começar em grande estilo! O primeiro show do ano é a estreia do SD no Comitê! O Samba Delas surgiu em 2014, em rodas de samba informais, agregou outras mulheres talentosas ao time e hoje é um grupo de pagode com 8 integrantes. O repertório vai do samba ao sertanejo e da mpb ao funk, sempre mantendo aquele ritmo de pagode que só as gurias sabem fazer.

Ingresso: R$10,00


10 de janeiro - Slam do Gozo: 13ª Edição

A partir das 19h30, no Viaduto do Brooklyn (Loureiro da Silva, 2001, Porto Alegre)

Slam é uma competição de poesia falada, dividia em dois momentos: competição e verso livre. No verso livre, a/o poeta slammer pode declamar poesias autorais ou não. Na competição deve possuir 3 poesias autorais, sendo que o tempo limite é de 3 minutos, diminuindo notas das/os juradas/os ao ultrapassar 3 min 10 seg. Não se pode utilizar nenhum instrumento cênico/artístico/musical. O conteúdo das poesias deve ser temática: desejo, prazer, sexo, gozo ou erótica.

As inscrições começam as 19h30min no Viaduto do Brooklyn com a equipe da organização do evento. O Slam do Gozo faz parte do SLAM CONEXÕES que representa o movimento do Slam no estado do Rio Grande do Sul.

Gratuito.


11 de janeiro - Demétrio Xavier entre o poncho e o parangolé

Às 21h, no Parangolé Bar e Restaurante (Rua General Lima e Silva, 240 Porto Alegre)

Demétrio Xavier volta ao palco do Parangolé, ao estilo do programa Cantos do Sul da Terra: trazendo os nexos menos percebidos da cultura de nosso pedaço de continente. O carioca Oiticica e seus Parangolés convidam o antipoeta Nicanor Parra, morto em janeiro do ano passado, aos 103 anos – e Atahualpa Yupanqui, nascido em janeiro de 1908, para pensar nessas questões, cevar a palavra e celebrar o canto crioulo.

Ingressos a R$ 15. Reservas pelo 3019-6898 ou 99196-3899 (whats).


14 de janeiro - "Leitura em Voz Alta" celebra Dia do Leitor

Às 16h30, na Biblioteca Pública Estadual (Riachuelo, 1190, Centro de Porto Alegre)

Comemorando o Dia do Leitor, celebrado em 7 de janeiro, acontece no Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado (BPE) mais uma edição do Projeto Leitura em Voz Alta. A obra escolhida é Max e os Felinos, de Moacyr Scliar, de aproximadamente 100 páginas. O livro foi lançado pela L&PM Editores em 1981 e, alguns milhares de exemplares e 21 anos depois, foi jogada numa polêmica internacional que acrescentou à sua vitoriosa carreira um ingrediente a mais de celebridade. Num tempo em que os livros aparecem e somem rapidamente, Max e os Felinos deve sua longa vida ao fato de agradar os seus leitores, de ser uma excelente história e de ser sistematicamente indicada por professores em escolas de todo Brasil como um exemplo de narrativa instigante e de alto valor literário. E muito deste “valor literário” se deve à inesquecível imagem de um homem e uma fera em um minúsculo barco no meio do oceano.

Gratuito.

Edição: Marcelo Ferreira