Coronavírus

Em Porto Alegre, atos por justiça para Marielle e Anderson são cancelados

"Momento é de muita responsabilidade e a preservação da saúde de todas e todos é a nossa prioridade"

Brasil de Fato | Porto Alegre |
marielle franco
Instituto convida defensores da democracia a se manifestarem nas redes sociais e a fazer um amanhecer por Marielle e Anderson - Mario Vasconcellos/Câmara Municipal do Rio de Janeiro/AFP

Por prevenção ao coronavírus, os atos previstos para este sábado (14) em Porto Alegre por Justiça para Marielle e Anderson foram cancelados. O protesto marcaria os dois anos do brutal assassinato político da vereadora carioca e seu motorista, crime que ainda não tem os mandantes identificados e julgados. Em comunicado nas redes sociais, a deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS) afirmou que “o momento é de muita responsabilidade e a preservação da saúde de todas e todos é a nossa prioridade”.

Manifestações estavam previstas para ocorrer em diversas cidades brasileiras. O Instituto Marielle Franco também orientou que os atos em todo o país sejam suspensos. Apesar disso, em comunicado, o instituto convida a todas e todos os defensores da democracia a se manifestarem nas redes sociais e a fazer um amanhecer por Marielle e Anderson: “Pendure uma faixa, lenço, pano amarelo ou girassol na sua janela, laje ou varanda a partir das 7h deste sábado”.

Também foi suspensa outra atividade em homenagem à Marielle Franco na capital gaúcha marcada para este sábado, em que o Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) denominaria a sua sede com o nome da vereadora. O Simpa informou que informará à categoria tão logo uma nova data seja definida.

Confira o comunicado do Instituto Marielle Franco

Como todo mundo deve estar acompanhando, a organização Mundial da Saúde declarou pandemia do Coronavírus. O Brasil registrou hoje mais de 70 casos. A projeção para os próximos dias é que os números de contaminação cresçam exponencialmente.

Diante dessa situação, conversamos com especialistas em saúde pública para tomar a decisão se deveríamos ou não manter, da maneira que pensamos, o Dia de Ações por Marielle e Anderson.

Aqui no Brasil, nós temos o Sistema Único de Saúde, o SUS, que é um patrimônio do nosso país, mas que vem sofrendo ataques e tentativas de sucateamento sistematicamente em benefício das redes privadas.

O número de pessoas contaminadas com o vírus nos próximos dias, deverá ser muito maior do que a quantidade de leitos disponíveis dos hospitais.

Isso quer dizer que serão as pessoas mais pobres, em geral mulheres, pessoas negras e moradoras de favelas e periferias, que mais estarão vulneráveis ao vírus que ainda não tem vacina.

Marielle passou a sua vida lutando para defender a vida de todas as pessoas, principalmente dessas pessoas que não têm os seus direitos garantidos.

Pensando em tudo isso e na nossa responsabilidade enquanto Instituto Marielle Franco de não aumentar o risco de contaminação, decidimos alterar a programação do nosso Dia de Ações por Marielle e Anderson, cancelando as atividades que reuniriam grandes quantidades de pessoas.

É uma notícia que nos deixa muito triste em comunicar, pois sabemos da importância de estarmos juntas nesse dia para manter viva a memória, a luta e o legado de Marielle. Para mostrarmos que o nosso grito por justiça segue cada vez maior.

Achamos importante compartilhar que ao tomar essa decisão, nós do Instituto Marielle Franco, também sofreremos com o prejuízo de desmobilizar um evento tão grande apenas 48 horas antes da sua realização. Também esperávamos alcançar mais apoios para a nossa campanha de financiamento coletivo para que consigamos realizar as nossas primeiras ações, como a Escola Marielles, a Plataforma do Legado de Marielle e a criação de um Centro de Memória e Ancestralidade Permanente, já que a Casa Marielle é um espaço temporário que acontecerá só até o final de março.

Mas queremos e precisamos que o 14M continue sendo gigante! Por isso, queremos convidar todas e todos para um grande Amanhecer por Marielle e Anderson no sábado de manhã! Vamos começar o dia em que completam-se dois anos desde aquele 14 de março pedindo respostas e cobrando por justiça!

Pendure uma faixa, lenco, pano amarelo ou girassol na sua janela, laje ou varanda a partir das 7h deste sábado! Acessem o site institutomariellefranco.org/14m para conferir toda programação

Agradecemos a compreensão e apoio de todas e pedimos que ajudem a replicar esse comunicado para todo mundo que vocês conhecem.

Instituto Marielle Franco.

 

 

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Marcelo Ferreira