Atualização

No Rio Grande do Sul, casos confirmados de covid-19 chegam a 468

Já foram registrados casos em 64 municípios e sete pessoas morreram em decorrência do coronavírus no Estado

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |
No Brasil, são mais de 11 mil casos confirmados e 486 mortes - Freepik

Com um acréscimo de 50 novos casos neste domingo (5), chegou a 468 o número de pessoas com covid-19 no Rio Grande do Sul. Um aumento de cerca de 12% em relação ao dia anterior, quando haviam 418. Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde. Desde o início da pandemia, sete pessoas morreram em decorrência do vírus no RS.

Casos positivos já foram registrados em 64 municípios e sete pessoas morreram em decorrência do coronavírus no Estado. As cinco cidades com mais pacientes com covid-19 são: Porto Alegre com 254, Bagé com 24, Novo Hamburgo com 19, Caxias com 15 e Canoas com e 10 casos.

::Coronavírus: fome chega às comunidades de matriz africana do Rio Grande do Sul::

No levantamento estadual, a capital gaúcha aparece com 254 casos confirmados. Já na atualização da Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre, são 251 casos confirmados. Os dados são ajustados durante o dia. Também na contagem da prefeitura, existem 305 casos em análise e 53 pacientes estão curados. São consideradas curadas as pessoas assintomáticas há pelo menos 14 dias do início do quadro.

Também no domingo, o Ministério da Saúde atualizou o levantamento nacional, apontando mais de 11 mil casos confirmados e 486 mortes. No mundo, passam de 1,1 milhão de casos de covid-19, somando mais de 64 mil mortes.

::Casos de coronavírus chegam a 1 milhão; conheça as medidas dos países mais afetados::

Como tirar dúvidas

A Secretaria Estadual da Saúde recomenda à população e aos profissionais de saúde do RS que entrem em contato com a vigilância epidemiológica de seu município para esclarecimento de dúvidas. Nos horários que as repartições municipais não estiverem atendendo ao público, está disponível o telefone 150 - Disque Vigilância. Questionamentos podem ser encaminhados para [email protected]

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Marcelo Ferreira