serviço

Caixa anuncia calendário de saque da renda emergencial para quem não está no CadÚnico

O critério para a ordem da retirada do dinheiro foi estabelecido de acordo com o mês de aniversário do beneficiário

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

Em Caruaru (PE) Guarda Municipal orienta população a manter distância de segurança na fila para ser atendido no banco - Foto: PMC/Fotos Publicas

A Caixa Econômica Federal anunciou as datas para a população fora do Cadastro Único poder sacar o benefício da renda emergencial. Quem fez cadastro no aplicativo e for trabalhadores autônomos, informais e microempreendedores individuais (MEIs) poderá retirar o dinheiro em espécie a partir do dia 27 de abril.

A Medida Provisória (MP) 937/20, que garante a renda emergencial, foi aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 27 de março e pelo Senado no dia 30 de março. Depois que chegou nas mãos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), tardou 24 horas para ser oficializada. O benefício irá pagar três prestações mensais de R$ 600 para trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEI). Mulheres chefes de família receberão R$ 1200.

:: Após 43 dias do primeiro caso de covid-19, governo começa a pagar renda emergencial ::

Na quinta-feira (9) a Receita Federal esclareceu que CPFs que estiverem suspensos por questões eleitorais serão regularizados para não afetar no recebimento do benefício.

Outra dúvida que agonizava a população era quando poderia ter o dinheiro em espécie. Somente na segunda-feira (13) a Caixa anunciou as regras para  que os trabalhadores possam sacar o valor da renda emergencial. Foi estipulado um calendário disposto de acordo com o mês de aniversário do beneficiário

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 28 de abril – nascidos em março e abril;
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho;
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto;
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro;
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro;

 

Este calendário não afeta quem faz parte do Bolsa Família, que pode sacar seu benefício no dia do recebimento, mesmo os que optarem por receber a renda emergencial no lugar do Bolsa Família. As datas previstas para transferência do dinheiro a este grupo é dia 16 e 17 de abril.

:: Vídeo | Saiba como fazer o cadastro para garantir renda básica emergencial de RS 600 ::

Os saques serão realizados em lotéricas e caixas automáticos e não será necessário ter o cartão físico. Será um código de acesso para os saques.

Pelo aplicativo Caixa Tem o beneficiário poderá saber quando seu saque estará disponível.

A transferência digital do dinheiro começou a ser feita na quinta-feira (09) e seguirá até o dia dia 17 de abril. Quem receber o benefício pode fazer uma transferência gratuita para a conta bancária que desejar. Quem não tiver, será criado conta-poupança social da Caixa, que será aberta automaticamente, sem necessidade de apresentação de documentos.

 

Edição: Lucas Pará