Por direitos

Centrais e movimentos populares da Bahia fazem ações solidárias no 1º de maio

Intervenções políticas e culturais on-line também estão entre as iniciativas para celebrar a data no estado

Brasil de Fato | Salvador (BA) |
O 1º de maio na Bahia vai denunciar a postura do governo federal em relação à pandemia - Divulgação

Nesta sexta-feira (1º), Dia Internacional de Luta dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, as centrais sindicais e os movimentos populares do Brasil realizam mobilizações e diálogos sobre as  lutas e desafios da classe trabalhadora. Diante das medidas de isolamento social e impossibilidade de aglomeração de pessoas devido a pandemia do novo coronavírus, essas ações não ocorrem nas ruas.

Na Bahia, desde as 9h, centrais sindicais, a Frente Brasil Popular e o Comitê Estadual Popular Solidário transmitem pela internet o ato unificado com o mote: “Saúde, Emprego e Renda: um novo mundo é possível com solidariedade”. Participam da organização a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral de Trabalhadores (UGT), Força Sindical e  Nova Central.

A iniciativa combina intervenções políticas e culturais nas redes e arrecadação de alimentos e materiais de higiene pessoal. O ponto de coleta em Salvador será no Parque de Exposições, no modelo drive-thru, no qual não é necessário sair do carro, pois haverá uma equipe na entrada do parque para auxiliar na arrecadação dos materiais, que serão destinados às famílias vulneráveis.

A live será transmitida nas páginas das centrais.


Haverá uma equipe no Parque de Exposições para auxiliar na arrecadação, no modelo drive-thru, dos materiais e alimentos que serão destinados às famílias vulneráveis. / Divulgação

Em Feira de Santana, as Frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo, além das centrais CTB, CUT, CSP-Conlutas, Intersindical, Força Sindical e UGT estão organizando uma live “Em Defesa da Saúde, Empregos, Renda e da Democracia: Fora Bolsonaro!”. A programação segue até as 19h e contará com as atrações artísticas: Cescé Amorim, Quixabeira da Matinha, Kareen Mendes e Gilsam Reaggeman. 

A transmissão tem como objetivo fortalecer a campanha Vamos Precisar de Todo Mundo e arrecadar alimentos, materiais de higiene e doações em dinheiro para bairros populares da cidade. A live será realizada na página da Frente Brasil Popular Bahia.

Pandemia na Petrobras

Os petroleiros participam de atividades virtuais, às 18h, no Facebook da Federação Única dos Petroleiros (FUP), discutindo as condições de trabalho da categoria e como a gestão da Petrobras está atuando na pandemia.

A transmissão será  conduzida pelo coordenador da FUP, José Maria Rangel, e pelo diretor de Saúde, Meio Ambiente e Segurança da FUP, Alex Guilherme, que tratarão do tema com os profissionais de saúde Ricardo Garcia, médico do trabalho que assessora o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), e Letícia Nobre, médica sanitarista e diretora do setor de saúde do trabalhador da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

Mesmo com as mudanças na forma de mobilização impostas pelo cenário, o 1º de maio será marcado pela crítica às posturas do governo federal no combate à pandemia, pela defesa da soberania e da democracia, pela reivindicação da garantia de empregos e condições mínimas de sobrevivência dos trabalhadores durante a crise, pelo fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo estímulo à solidariedade a partir da doação de alimentos e materiais de higiene para quem se encontra em situação de vulnerabilidade social.

Fonte: BdF Bahia

Edição: Camila Maciel e Elen Carvalho