Jornal Brasil Atual Edição da Tarde | 12 de maio de 2020

Imagem do logo do Podcast

Ouça o áudio:

Ouça o programa ao vivo das 17h às 18h30 na Grande São Paulo (98.9 MHz) e noroeste paulista (102.7 MHz) e através do site do Brasil de Fato - Juliana Almeida | RBA
É crime de responsabilidade

A avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro subiu 12,4% desde o começo do ano, passando de 31% em janeiro para 43,4% em maio, segundo pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira (12). A avaliação positiva também caiu, de 34,5% para 32% nesse período. 

Nesta terça foi apresentado à Polícia Federal em Brasília, o vídeo da reunião ministerial realizada no dia 22 de abril a qual o ex-ministro Sergio Moro se referiu em seu pronunciamento de saída do governo Bolsonaro. A filmagem é uma das evidências do inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar a acusação de que Bolsonaro teria tentando interferir no comando da Polícia Federal. O ex-ministro Sergio Moro e representantes da Procuradoria-Geral da República (PGR) acompanharam a exibição.

De acordo com relatos de pessoas que acompanharam o vídeo, o presidente Jair Bolsonaro teria associado a troca do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro à necessidade de não prejudicar seus familiares. 

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), anunciou que vai acionar o STF para que seja levantado o sigilo da gravação da reunião ministerial de 22 de abril. "Esse vídeo é de interesse público. Não cabe sigilo em um vídeo em que o presidente se reúne com o conjunto de seus ministros", afirmou o senador.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) também entrou com ação no STF e requerimento na Câmara para que o Congresso tenha acesso à gravação da reunião. Para Freixo o vídeo confirma que Bolsonaro deve ser objeto de impeachment: "É crime de responsabilidade", afirmou o deputado em suas redes sociais.  

Confira os destaques no início do programa. 

------ 
O Jornal Brasil Atual Edição da Tarde é uma produção conjunta das rádios Brasil de Fato e Brasil Atual. O programa vai ao ar de segunda a sexta das 17h às 18h30, na frequência da Rádio Brasil Atual na Grande São Paulo (98.9 MHz) e pela Rádio Brasil de Fato (online). Também é possível ouvir pelos aplicativos das emissoras: Brasil de Fato e Rádio Brasil Atual.

Edição: Mauro Ramos