Coronavírus

Médicos cubanos vão ao Perú para contribuir no combate à covid-19

Médicos cubanos atuarão nas áreas mais afetadas pela pandemia do novo Coronavírus

São Paulo - SP |
Brigada de médicos cubanos que foi à Itália para o combate ao novo Coronavírus - Agência Ansa

Para contribuir no combate ao novo Coronavírus, o governo peruano anunciou no último sábado, 16, que 85 médicos cubanos deverão chegar ao país. Os médicos e enfermeiros fazem parte do Contingente Internacional de Médicos Especializados em Situações de Desastres e Epidemias Grave - a Brigada Henry Reeve. 

"O governo do Peru e o governo de Cuba assinarão um Memorando de Entendimento mediante o qual uma brigada humanitária formada por 85 profissionais da saúde cubanos chegará ao nosso país para reforçar as ações contra o coronavírus", informou a presidência do conselho de ministros do Perú. O acordo terá vigência de 3 meses e poderá ser renovado. As informações são da Agência France Presse.

O país tem 92.273 casos confirmados e 2.648 mortes causadas pela covid-19. Os médicos cubanos atuarão nas áreas mais afetadas que são Loreto, na Amazônia, Lambayeque e Piura, na costa norte. 

 

Edição: Marina Selerges