Pandemia

Auxílio Emergencial: saque para novos aprovados será liberado a partir de 6 de julho

Mais de 4,9 milhões de beneficiários aguardam o primeiro pagamento da renda em meio à crise econômica

São Paulo |

Ouça o áudio:

Guarda Municipal de Recife higieniza agência da Caixa - Andréa Rêgo Barros/PCR

A Caixa Econômica Federal informou neste sábado (13), que os 4,9 milhões de beneficiários que estavam à espera da primeira parcela do auxílio emergencial poderão sacar os recursos a partir de 6 de julho. As movimentações digitais dos valores poderão ser feitas a partir de terça-feira (16), através do aplicativo Caixa Tem, para os nascidos entre janeiro e junho, e na quarta-feira (17), para quem nasceu entre julho e dezembro.

Continua após publicidade

O saque em espécie segue o calendário escalonado por mês de aniversário. Quem nasceu em janeiro poderá acessar o dinheiro no dia 6 de julho e, na sequência, até 18 de julho (com exceção do dia 12, um domingo), será a vez dos beneficiários que fazem aniversário nos meses seguintes poderem acessar o auxílio. Confira as datas abaixo:

Continua após publicidade


Calendário de pagamentos para quem irá sacar a primeira parcela do auxílio emergencial / Caixa Econômica Federal

Continua após publicidade

 

Continua após publicidade


Calendário de pagamentos para quem faz movimentação digital dos valores do auxílio pelo Caixa Tem / Caixa Econômica Federal

Os recursos das poupanças digitais que não forem usados para pagamentos por meios eletrônicos serão transferidos automaticamente para as contas indicadas pelos beneficiários, que poderão fazer o saque a partir de 6 de julho.

Segundo a Caixa, esta nova leva de pagamentos totalizará R$ 3,2 bilhões. Ao todo, foram analisados 8,9 milhões de pedidos de inclusão na lista de beneficiários do auxílio emergencial.

Cerca de 8,3 milhões trabalhadores que já receberam a primeira parcela do auxílio, em maio, ainda aguardam a liberação da segunda. Eles também esperam que a Caixa libere, em breve, as datas de seus pagamentos.

Edição: Mauro Ramos