CORONAVÍRUS

Governo do RS muda indicador de gravidade da covid em duas regiões do estado

Santa Maria e Santo Ângelo retornaram à cor laranja; Eduardo Leite anunciou mudanças no distanciamento controlado

Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) |
Anúncio de mudanças foi feito pelo governador em live desta terça-feira (16) - Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Após reunião virtual realizada nesta segunda-feira (15) com prefeitos de municípios que fazem parte das quatro regiões que tiveram as bandeiras do distanciamento controlado alteradas para vermelho, que significa risco alto e prevê medidas mais rígidas ao funcionamento do comércio nas cidades, o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) voltou atrás e reverteu a medida em duas regiões.

Após analisar dados apresentados, as regiões de Santa Maria, no centro ocidental do estado, e Santo Ângelo, no noroeste rio-grandense, retornaram à cor laranja, que indica risco médio. Já as regiões de Caxias do Sul e Uruguaiana seguem classificadas como de alto risco.

::Brasil ultrapassa 45 mil mortes pela covid-19; SP registra record de óbitos::

O anúncio foi feito em live nesta terça-feira (16). Segundo Leite, a revisão ocorre após Santa Maria apresentar a inclusão de sete novos leitos de UTI e Santo Ângelo apresentar estabilização de internações.

No dia anterior, os prefeitos haviam dito que não cumpririam as normas referentes à bandeira vermelha. Em resposta, o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) decidiu que notificaria os prefeitos para que justifiquem como irão adotar as medidas de distanciamento social.

:: Política de distanciamento controlado não gera efeitos, analisam especialistas::

Mudanças no modelo

O governador informou ainda que serão realizadas mudanças na sistemática de anúncio e confirmação das bandeiras do distanciamento controlado, abrindo um prazo para eventual questionamento pelas regiões. Agora, a coleta de dados será feita na quinta-feira, com consolidação na sexta para envio aos municípios. Na segunda-feira, o gabinete de crise se reúne para avaliar os recursos e somente após isso será atualizado o modelo, que passa a valer a partir de terça-feira.

Até a última rodada, as coletas de dados eram na sexta e os cálculos das bandeiras eram feitos e divulgados no sábado para entrarem em vigor na segunda-feira. A próxima rodada, porém, será de transição, com as bandeiras divulgadas sábado (20/6), mas com prazo para que as regiões entrem com recurso até segunda-feira (22/6).

Fonte: BdF Rio Grande do Sul

Edição: Raquel Júnia e Marcelo Ferreira