miojo e salgadinhos

Programa Bem Viver explica os problemas de consumir alimentos ultraprocessados

Ministério da Agricultura quer alterar o trecho que desaconselha esse tipo de comida do Guia Alimentar brasileiro

Ouça o áudio:

O consumo de alimentos ultraprocessados está associado ao desenvolvimento de doenças crônicas como obesidade, doenças cardiovasculares e metabólicas - Pixabay
Segundo a nutricionista Laís Amaral, decisão não possui embasamento científico adequado

O programa Bem Viver desta terça-feira (22) destaca o pedido de revisão do Guia Alimentar para a População Brasileira feito pelo Ministério da Agricultura. Na contramão dos esforços para melhorar a alimentação, a pasta pediu o fim da classificação que desaconselha os ultraprocessados na dieta do brasileiro. Segundo a nutricionista Laís Amaral, a decisão “ignora a questão da saúde pública brasileira”.

:: Coluna de Ciências | Você sabe o que é um alimento ultraprocessado? ::


No programa você também aprende a como preparar um prato temperado à Tempurá de Ipê (sim, a árvore colorida da primavera!).O Ipê é considerado uma planta alimentícia não convencional (Panc), logo, suas flores podem ser utilizadas em preparações culinárias sem danos para a saúde ou males para o estômago.

:: Pesquisadores narram em vídeo potenciais das Plantas Alimentícias Não Convencionais ::


Também atualizamos você sobre o desenvolvimento da vacina de imunização contra o coronavírus.  Apesar dos brasileiros estarem entre os voluntários que estão participando dos testes de possíveis vacinas, não é certeza que o Brasil receberá as primeiras doses da imunização já aprovada. De acordo com a Oxfam Brasil, 51% das vacinas em desenvolvimento já foram compradas pelos países ricos.

:: Com mais de 200 mil casos de covid-19, governo do Ceará nega aumento progressivo ::

No programa Bem Viver falamos sobre uma proposta de lei que visa reduzir o desmatamento florestal. De autoria do deputado federal Nilto Tatto (PT), o projeto apresentado prevê incentivo fiscal para quem fizer a recuperação de áreas degradadas na Amazônia. 


Produção da Rádio Brasil de Fato vai ao ar de segunda a sexta-feira / Brasil de Fato / Bem Viver

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira, e nos aplicativos Spotify e Google Podcasts.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Lucas Pará