PROTEÇÃO FLORESTAL

Atuação de grupo indígena na proteção às florestas é destaque no programa Bem Viver

Contrariando afirmação de Jair Bolsonaro na ONU, povos originários monitoram matas para evitar desmatamento ilegal

Ouça o áudio:

Coordenador do grupo, Olímpio Guajajara, explica que os indígenas se restringem ao trabalho de monitoramento, prezando pela precisão de dados - Foto: Survival Brasil
"Enfrentamos alto risco de vida para tentar proteger as milhares de vidas da floresta"

Na edição desta quarta-feira (23) o programa Bem Viver destaca o empenho dos povos originários para defender as florestas brasileiras. Os "Guardiões das Florestas", grupo de indígenas que monitoram as matas com o objetivo de evitar desmatamento legal e invasões, encontraram no mês de agosto até uma fazenda de gado dentro da Terra Indígena (TI) de Araribóia, no Sul do Maranhão. O Brasil de Fato conversou com o guardião da floresta Olímpio Guajajara para conhecer melhor o trabalho desenvolvido por eles.

:: Morto pela covid-19, cacique Bepkot Kayapo Xikrin era um guardião da floresta ::

O programa também falou sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na abertura da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Em sua fala, o presidente culpou indígenas, caboclos, imprensa e ONGs pelas queimadas na Amazônia e Pantanal e também pelas consequências do coronavírus.

:: Artigo | Para quem Bolsonaro falou na Abertura da Assembleia Geral da ONU? ::

Outro assunto da edição foi um estudo da ONG Instituto Centro de Vida, onde identificou que as queimadas no Mato Grosso começaram em cinco propriedades rurais. O levantamento utilizou informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e também imagens de satélites da Nasa. 

:: Brasil em chamas, um projeto de 200 anos ::

O destaque do Alimento é Saúde é uma tradição brasileira que carrega muita história: cozinhar alimentos com panelas de barro. Pode parecer um detalhe, questão de gosto ou estética, mas o tipo de panela que você usa pode influenciar no sabor e nos nutrientes da refeição. Confira no programa de hoje!


Produção da Rádio Brasil de Fato vai ao ar de segunda a sexta-feira / Brasil de Fato / Bem Viver

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira, e nos aplicativos Spotify e Google Podcasts.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

 

Edição: Lucas Weber