no fundo do mar

Qual é a biodiversidade na profundeza dos oceanos? Descubra no programa Bem Viver

Segundo professor da USP, apenas uma pequena parcela do fundo dos mares é conhecida devido à falta de investimentos

Ouça o áudio:

“São 360 milhões de km² e cerca de 1 bilhão de km³ de volume ocupados por compostos químicos, animais e plantas das mais variadas categorias" - Pixabay
"70% do planeta é coberto por água, onde 90% fica em profundidades maiores que mil metros" 

O programa Bem Viver desta quinta-feira (01) destaca a biodiversidade das profundezas do oceano, um tema pouco explorado devido ao alto custo das pesquisas científicas realizadas no fundo do mar. E para você entender a importância do assunto, no programa conversamos com o professor Paulo Sumida, do Laboratório de Ecologia e Evolução do Mar Profundo do Instituto Oceanográfico da USP (Universidade de São Paulo). 

:: Amigos da Terra denuncia crime corporativo contra Amazônia ::

Outro destaque do Bem Viver é lista de preços máximos adotada pela Argentina, um decreto com objetivo de proteger a população da especulação do mercado sobre produtos essenciais e alimentos da cesta básica no contexto da pandemia.

Em março de 2020 os preços foram congelados, e em agosto o governo argentino autorizou um ajuste de até 4,5% do valor de alguns produtos. Todavia, o setor industrial pressiona para o fim da medida e realiza manobras para descumprir o decreto.

:: Argentina: organizações tentam impedir despejo de 2,5 mil famílias em ocupação urbana ::

No programa também é abordado a campanha de setores da sociedade civil com o objetivo de estender o calendário de pagamentos do auxílio emergencial sob o valor de R$600. No mês de setembro, o governo federal anunciou a diminuição do valor para R$ 300, reduzindo pela metade a verba que hoje constituí toda a renda de algumas famílias que foram afetadas pela pandemia. 

:: Violência política cresce no país; mulheres são maior alvo de insultos e ameaças ::

Também é destaque um levantamento feito pelo Brasil de Fato mostrando que apenas 23% das candidaturas à prefeitura das capitais brasileiras são de mulheres. De 317 candidaturas das 26 capitais brasileiras, apenas 20 são de mulheres negras. Em outras palavras: a cada 15 candidaturas a prefeituras das capitais brasileiras, apenas 1 candidata é uma mulher preta. 


Produção da Rádio Brasil de Fato vai ao ar de segunda a sexta-feira / Brasil de Fato / Bem Viver

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira, e nos aplicativos Spotify e Google Podcasts.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

 

Edição: Lucas Weber