colapso na saúde

Programa Bem Viver: médica alerta sobre "consequências das aglomerações de réveillon"

População local de cidades turísticas será prejudicada pelas ações de turistas que não cumpriram protocolos de segurança

Ouça o áudio:

População local de cidades turísticas será prejudicada pelo não cumprimento do distanciamento social por parte dos turistas - Pexels
A consequência imediata das grandes festas é a lotação do Sistema Único de Saúde (SUS)

As possíveis consequências das grandes festas e aglomerações neste momento de pandemia está na pauta do programa Bem Viver desta quinta-feira (07). Especialistas estão alertando a ocorrência de afrouxamento das medidas sanitárias em algumas celebrações no Brasil nas últimas semanas de 2020.

"Obviamente que as aglomerações só vão provocar consequências desastrosas lá na frente" afirma a médica sanitarista Virgínia Junqueira. Ela ressalta que o comportamento inadequado de parte da população vai resultar em efeito severos em diferentes localidades do país. 

"Essas consequências vão se fazer sentir tanto nas pequenas cidades que abrigaram as aglomerações, quanto nos grandes centros, de onde essas pessoas saíram [em viagens de final de ano]", ressalta Virgínia Junqueira.

:: Mais de 80% dos leitos de UTI estão ocupados nos 5 estados com mais casos da covid-19 ::

Ainda no tema da pandemia, o governo de João Doria (PSDB) apresentou nesta quarta-feira (06) novos detalhes sobre o Plano Estadual de Imunização contra o Coronavírus. A proposta inclui vacinação de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e aos sábados, domingos e feriados das 7h às 17h. 

Para tanto, o governo de São Paulo precisa encaminhar todos os documentos necessários para a liberação da Coronavac, o imunizante contra covid-19 produzido pelo laboratório chinês Sinovac, para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O envio por parte do governo paulista deve acontecer nesta quinta-feira (7). A previsão do início da vacinação é dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo. 

:: Radinho BdF: comer pastel e visitar os avós são desejos de crianças no pós-vacina ::

A edição também destacou o significado da aprovação da lei que garante o aborto seguro, seguro e gratuito na Argentina. A reportagem falou sobre os aspectos históricos e a luta do movimento popular que resultou na decisão favorável, que já havia sido reprovada anteriormente no Senado do país. A decisão foi tomada no último dia 30 de dezembro, e colocou a Argentina em similaridade jurídica com outros países latino-americanos como Cuba, Uruguai e Guiana.  

 :: Especial | O calvário das mulheres que decidem pelo aborto legal no Brasil ::

A ecologia e o meio ambiente também entraram em pauta. O Bem Viver traz uma entrevista com o biólogo Gustavo Figueira, membro da organização não governamental (ONG) SOS Pantanal. A conversa aborda as possibilidades de recuperação de áreas do bioma pantanal que foram devastadas nos últimos anos. O biólogo afirma que é possível uma regeneração da biodiversidade, mas alerta que é necessário muito planejamento e investimento.  financeiro.


Produção da Rádio Brasil de Fato vai ao ar de segunda a sexta-feira / Brasil de Fato / Bem Viver

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: SpotifyGoogle PodcastsItunesPocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Daniel Lamir