LITERATURA

Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para a edição 2021

 As inscrições são gratuitas; escritores podem concorrer com obras inéditas nas categorias Conto e Romance

Brasil de Fato | Recife (PE) |
Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares - Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Prêmio Sesc de Literatura, um dos mais importantes do país e consagrado na distinção de escritores inéditos, abre inscrições na próxima segunda-feira (1º). Obras ainda não publicadas podem ser inscritas nas categorias Romance e Conto. Os interessados têm até 19 de fevereiro para concluir o processo de inscrição, que é gratuito e online. O regulamento completo pode ser acessado no site do prêmio.

Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares. Desde a sua criação, em 2003, mais de 16 mil livros foram inscritos e 31 novos autores foram revelados.

Os livros são inscritos pela internet, gratuitamente, protegidos por pseudônimos. Isso impede que os avaliadores reconheçam os reais autores, evitando qualquer favorecimento. Os romances e contos são avaliados por escritores profissionais renomados, que selecionam as obras vencedoras pelo critério da qualidade literária.

:: Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura, livro de Tônio Caetano terá lançamento virtual ::

Premiações anteriores

No ano passado, os vencedores foram Caê Guimarães, do Espírito Santo, na categoria Romance, por ‘Encontro você no oitavo round’; e Tônio Caetano, do Rio Grande do Sul, na categoria Conto, por ‘Terra nos Cabelos’. O resultado reafirmou o aspecto de diversidade do projeto em descobrir talentos de todo o país.

Nesses 17 anos de prêmio, diversos autores foram descobertos e se consolidaram na literatura nacional graças ao incentivo da instituição. Entre eles, estão Juliana Leite, Rafael Gallo, Luisa Geisler, André de Leones, Franklin Carvalho, Sheyla Smanioto e Lucia Bettencourt.

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Vanessa Gonzaga e Camila Maciel