luta ambiental

Filha de Chico Mendes fala ao Programa Bem Viver: ‘Alianças foram o maior legado de meu pai’

Ângela Mendes foi uma das responsáveis por reativar a Aliança dos Povos da Floresta, grupo criado por Chico

Ouça o áudio:

"Continuamos grileiros e hoje nos deparamos com ações do governo para sucatear órgãos ambientais", diz Ângela
"Continuamos grileiros e hoje nos deparamos com ações do governo para sucatear órgãos ambientais", diz Ângela - Cris Uchôa
A Aliança precisa superar os desafios do passado e do presente

Em um momento de ataque institucionalizado ao meio ambiente por parte de parlamentares, governantes e grandes empresas é fundamental recuperar o legado do líder seringueiro Chico Mendes e fortalecer as alianças entre povos da floresta, como uma forma de unir forças e fazer frente ao desmonte da política ambiental no Brasil. É isso que defende a ambientalista Ângela Mendes, filha de Chico, em entrevista a edição de hoje (28) do Programa Bem Viver.

Recentemente, Ângela foi uma das responsáveis por reativar a Aliança dos Povos da Floresta, grupo criado por Chico Mendes, em 1980, que unia seringueiros, indígenas e ribeirinhos da Amazônia. Após a morte do líder, o grupo se dissolveu. Em 2019, foi dado o primeiro passo para a recomposição do movimento, num encontro entre Ângela, Sônia Guajajara e Cacique Raoni. Por conta da pandemia, muitas ações previstas tiveram que ser interrompidas, mas o grupo não se desfez, e segue ativo já vislumbrando novas ações.

“Vivemos um período em que precisamos de muita resistência. Estamos fazendo isso por meio das alianças que meu pai deixou e da mensagem que as parcerias são fundamentais”, disse Ângela. “A Aliança precisa superar os desafios do passado e do presente. Continuamos com madeireiros e grileiros e hoje nos deparamos com projetos de lei para avançar sobre território e com ações do governo para sucatear e militar órgãos de controle e manutenção das políticas ambientais.”

Chico Mendes marcou a história do Brasil, revolucionando a luta pelos direitos dos povos da floresta. No final dos anos 1980, ele chegou a receber um prêmio da ONU pelo seu ativismo e, em dezembro de 1988, foi assassinado por grileiros. Ângela era pequena quando tudo isso aconteceu e acabou tendo pouco contato com o pai em vida. A maior parte da história de Chico chegou para ela por meio de relatos de companheiros de luta.

“Nos últimos três anos, o desmatamento e as queimadas têm batido recordes. Alguns projetos de lei agravam ainda mais essa situação e ameaçam o que chamados de legado de Chico Mendes, que são os territórios de uso coletivo, mais propriamente as Reservas Extrativistas, que depois das Terras Indígenas são as áreas mais ameaçadas”, pontua Ângela.

Condenação da Uber

O Tribunal Regional do Trabalho da 4a Região, em Porto Alegre, tomou uma atitude favorável aos motoristas de aplicativo da Uber e condenou a multinacional americana a pagar R$ 1 milhão por realizar o chamado dumping social. A prática é caracterizada pelo descumprimento de direitos trabalhistas e da dignidade humana do trabalhador para reduzir custos de produção, provocando concorrência desleal.

A decisão, inédita no Brasil, explica que o motorista usa veículo próprio, assume os custos de manutenção e combustível e não tem independência em relação à empresa. Ela ocorreu por conta de uma ação individual de um motorista que reivindicou o reconhecimento de vínculo empregatício com a Uber.

No caso, o parecer judicial foi mais amplo e entendeu que o dano da Uber não é direcionado apenas aos trabalhadores, mas à sociedade. Por conta disso, o valor milionário da indenização deverá ser pago a uma entidade pública ou filantrópica a ser definida pelo Ministério Público do Trabalho. A Uber, que comunicou que vai recorrer a decisão.

São Cosme e Damião

Nos últimos dias, muita gente se deparou com pessoas distribuindo doces nas ruas, principalmente para a criançada. Para quem não conhece essa tradição, foi por causa do Dia de São Cosme e Damião.

A origem desse costume remonta à própria história do Brasil e à repressão às religiões de matriz africana durante o período da escravidão. O Dia de São Cosme e Damião é mais um exemplo do sincretismo religioso que marca a cultura brasileira em diversos aspectos. Saiba mais sobre a celebração na reportagem da Rádio Agência Nacional.

Aniversário de Tim Maia

O Programa Bem Viver presta uma homenagem ao aniversariante do dia: o cantor e compositor Tim Maia, que completaria 79 anos neste 28 de setembro.

Para celebrar um dos nomes mais conhecidos da música brasileira, os ouvintes podem escutar uma canção antiga, mas divulgada recentemente: a produtora de Tim Maia lançou um álbum gravado apenas com canções famosas em espanhol, em uma versão inédita.

O álbum foi lançado em março, e se chama “Yo Te Amo”, ou “Eu Te Amo”, em português. Ele pode ser conferido nas plataformas de áudio digital.


Programa Bem Viver é transmitido diariamente na Rádio Brasil Atual, a partir das 11h / Brasil de Fato

Sintonize

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Sarah Fernandes