SUSTENTABILIDADE

RJ: Maricá será a primeira cidade do país a fabricar os próprios ônibus híbridos

Veículo tem emissão de fumaça 90% menor do que os convencionais; município também receberá royalties da patente

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ) |
Tecnologia vai ser desenvolvida em convênio com Coppe da UFRJ - Elsson Campos

A cidade de Maricá, na região metropolitana do Rio de Janeiro, será a primeira do país a produzir os próprios ônibus híbridos, a partir do próximo mês de maio. Esse tipo de veículo utiliza duas fontes de energia para a bateria e o motor: diesel ou biocombustível. Dessa maneira, seu sistema pode operar de modo conjunto ou independente. 

Leia também: Artista carioca dedica obra sobre pandemia e resistência ao trabalho do MST em Maricá (RJ)

A emissão de fumaça dos ônibus híbridos é 90% menor a dos tradicionais, além disso, estes veículos visam diminuir a emissão de dióxido de carbono (CO2) em 100%, em 20 anos.

A tecnologia vai ser desenvolvida em convênio com a Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia (Coppe), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O secretário de Desenvolvimento de Maricá, Igor Sardinha, afirmou em nota que os ônibus serão fabricados na cidade através de uma linha de montagem, o que irá gerar empregos na região.

Com a produção, o município também receberá royalties da patente, que são os rendimentos cobrados pelo proprietário de uma patente de produto, processo de produção, marca, entre outros, para permitir seu uso ou comercialização.

Segundo a Prefeitura de Maricá, os novos ônibus irão compor a frota gratuita do município, os chamados “Vermelhinhos”, que atualmente possuem concessão com a Viação Nossa Senhora do Amparo e a Empresa de Transportes Públicos (EPT).

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Mariana Pitasse