agricultura

Conheça no Programa Bem Viver ação que une agricultures de regiões semiáridas da América Latina

A primeira iniciativa foi reunir agricultores em uma formação sobre agroecologia e adaptação às mudanças climáticas

Ouça o áudio:

Projeto da ASA permite conexão entre agricultores dos semiáridos da América Latina - Foto: Cetra
Projeto Daki – Semiárido Vivo articula produtores rurais de El Salvador, Brasil e Argentina

A produção de alimentos em regiões semiáridas sempre exigiu conhecimentos específicos, mas com as mudanças climáticas novas formas de cultivo precisam ser compartilhadas e incorporadas no dia a dia de agricultores. Para dar conta desse novo desafio, a Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA) lançou uma iniciativa para fomentar trocas de experiências.

Trata-se do Projeto Daki – Semiárido Vivo, que reúne agricultores de regiões semiáridas do Brasil, da Argentina e de El Salvador para trocar saberes e conhecimentos sobre produção de alimentos em regiões mais secas. A iniciativa é um dos destaques da edição de hoje (10) do Programa Bem Viver.

O pontapé inicial do projeto ocorreu nesta semana, quando representantes de diversos movimentos populares ligados agricultura se reuniram para uma formação sobre agroecologia e sobre adaptação às mudanças climáticas, chamada de “agricultura resiliente ao clima”.

Para conhecer mais de perto a iniciativa, o Bem Viver conversa com o coordenador da ASA Brasil, Cícero Feliz, em entrevista exclusiva sobre mudanças climáticas e produção agrícola no semiárido.


Caetano Veloso reúne milhares de pessoas na Praça dos Três Poderes, em Brasília, nesta quarta (9), contra "Pacote do Veneno" / Mídia Ninja

Ato pela Terra

Ontem (9) foi um dia agitado Brasília, em especial por conta do Ato pela Terra, um grande evento em prol do meio ambiente e dos povos da floresta, organizado por movimentos populares, organizações internacionais e artistas, com destaque para o cantor Caetano Veloso, um dos principais articuladores.

O evento reuniu milhares de pessoas em frente ao Congresso para protestar contra o chamado “pacote de destruição”, denominação para classificar seis projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional e que ameaçam os povos originários e os biomas brasileiros.

Enquanto isso, a poucos metros dali, na Câmara dos Deputados, parlamentares governistas articulavam a votação, em caráter de urgência, de um desses projeto para permitir mineração em terras indígenas.

Machismo na infância

Como o machismo e os estereótipos de gênero se manifestam na infância e como eles podem limitar escolhas e experiências? Para responder a essa pergunta, crianças de diferentes partes do país compartilham seus pontos de vista sobre o assunto, pensando em soluções para o problema.

“Eu faço parte de um projeto de futsal na minha cidade. No começo todo mundo achou estranho, ficou falando, mas eu deixei par alá e continuei. Eu acho que meninos e meninas podem fazer as mesmas coisas”, diz Yana Silvia Barandão, que tem 11 anos e mora Pindoretama (CE).


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver / Brasil de Fato

Sintonize

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Sarah Fernandes