direito da mulher

Como o machismo está presente na Justiça brasileira? Entenda no Programa Bem Viver

Relatório traz à tona uma série de casos que revelam violência de gênero contra mulheres na Justiça do país

Ouça o áudio:

Casos de machismo foram identificados na hora de pleitear uma promoção, nos bastidores de uma sessão ou em uma conversa com um juiz
Casos de machismo foram identificados na hora de pleitear uma promoção, nos bastidores de uma sessão ou em uma conversa com um juiz - José Cruz/Ag. Brasil
Entenda como gasolina alcançou valores tão elevados em entrevista exclusida

O relatório “Violência Política e Institucional contra Defensoras Públicas no Brasil”, divulgado nesta semana, traz à tona uma série de casos que revelam violência de gênero contra profissionais mulheres da Justiça do país.

Na hora de pleitear uma promoção com o chefe, nos bastidores de uma sessão ou em uma conversa com um juiz. Em todos esses momentos foram registrados casos de violências contra advogadas, segundo o documento, que tem o objetivo de abrir canais de diálogo.

Ao longo das suas 53 páginas, o material define o conceito de violência política e destaca por que ele ainda é pouco discutido no país. O relatório traz ainda uma série de depoimentos forte e anônimos para preservar a identidade das defensoras.

Gasolina

Como e por quê o preço da gasolina aumentou de maneira tão expressiva? A resposta passa pela política de preços adotada após o impeachment contra a ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2016. Desde então, o valor da gasolina no Brasil passou a ser cotado atrelado ao dólar, seguindo o preço internacional do petróleo.

A história do petróleo no Brasil, no entanto é longa. Ela tem início ainda nos anos de 1930, com diversas reviravoltas.

Pra traçar essa trajetória, o geógrafo Luiz Dalla Costa, membro do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), conversou com o Bem Viver. Recentemente, ele lançou o livro a indústria do petróleo e a disputa por territórios cada vez mais profundos.

Joaninhas

Que as joaninhas são bichos muito queridos, isso a maioria das pessoas concorda. É muito difícil encontrar alguém que não acha elas bonitinhas e inofensivas.

O que não é tão divulgado é a capacidade do inseto de eliminar pragas e contribuir para o desenvolvimento de hortas, no meio rural ou urbano. A potencialidade das joaninhas é tamanha que algumas prefeituras pelo Brasil criaram projetos para distribuir esses insetos para quem quer aderir ao plantio orgânico.

Para entender mais sobre essa estratégia, o Brasil de Fato conversou com especialistas que atuam em projetos que estudam as joaninhas e incentivam a adoção delas em hortas urbanas.


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver / Brasil de Fato

Sintonize

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS) e Rádio Cantareira (SP).

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver também está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da nossa lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Sarah Fernandes