saúde

No Dia da Luta Antimanicomial, Programa Bem Viver analisa retrocesso na atenção à saúde mental

Poder público iniciou repasse de verba para comunidades terapêuticas, locais com acusações de violar direitos humanos

Ouça o áudio:

A data de 18 de maio é marcada como Dia Nacional da Luta Antimanicomial - Foto: Maíra Cabral / Mídia NINJA
Desde 1970, Brasil avançava no tratamento de transtornos psiquiátricos

Hoje (18), Dia Nacional da Luta Antimanicomial, o Programa Bem Viver avalia os retrocessos do Brasil neste tema, nos últimos anos. A partir do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, em 2016, cortes e mudanças vem sendo feitas, em especial a opção por apoiar, com dinheiro público, as chamadas comunidades terapêuticas.

Trata-se de locais para tratar pessoas com dependência química. Nos últimos anos, investigações, conduzidas pelo Ministério Público Federal e outros órgãos vêm mostrando uma série de irregularidades nestes centros de tratamento. A última inspeção constatou violações de direitos humanos nas 28 unidades analisadas.

O país vinha desde década de 1970 avançando na oferta de tratamento para pessoas com transtornos psiquiátricos. Mesmo antes disso, médicos como Nise da Silveira colocavam o Brasil como referência mundial no tema saúde mental.

Onda de frio

Uma onda de frio atinge parte do Brasil, derrubando as temperaturas em especial nas regiões Sudeste e Sul. Esta última, inclusive, está sob alerta máximo por conta da formação de um ciclone.

A população pode buscar orientações por meio dos canais de atendimento da Defesa Civil. Emergências devem ser informadas ao número 199 ou ao telefone dos bombeiros, que é o 193.

Vale também conferir as redes sociais do Inmet e da Defesa Civil para se manter atualizado sobre alertas emitidos.

Alimentação decolonial

A chef de cozinha Alice Guedes, com sólida carreira nacional e internacional em gastronomia, inclusive com participação de programas de culinária na TV, mantém seu trabalho voltado a valorização da culinária típica de comunidades tradicionais.

Segundo ela, foi fazendo pesquisas por conta que descobriu apreciosidades da gastronomia, em especial a culinária quilombola do estado de São Paulo.

A partir de um trabalho longo, que obrigou ela própria a desconstruir práticas mais tradicionais, Alice se tornou referência no processo de alimentação decolonial, mostrando que muito do conhecimento gastronômico não vem de países da Europa.


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver / Brasil de Fato

Sintonize

O programa Radinho BdF vai ao ar às quartas-feiras, das 9h às 9h30, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo e 93,3 FM na Baixada Santista. A edição também é transmitida na Rádio Brasil de Fato, às 9h, que pode ser ouvida no site do BdF.

Em diferentes dias e horários, o programa também é transmitido na Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), e na Rádio Terra HD 95,3 FM.

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o Radinho BdF de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para fazer parte da lista de distribuição, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Edição: Sarah Fernandes