fique ligado

Inchaço no rosto de Joelma pode ser sequela da covid?

Saiba como identificar os sintomas da chamada covid longa, doença reconhecida pela OMS

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

A Covid longa, também conhecida como “pós-Covid-19”, ganhou status de doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e é um desdobramento da infecção por coronavírus - Reprodução / Instragram Joelma

No último sábado (28), a cantora Joelma realizou um show na cidade de Paraupebas (PA), onde foi possível notar que o rosto da cantora estava inchado. A assessoria de Joelma afirmou que a reação ocorre constantemente por sequelas da contaminação por covid-19, que ela já teve três vezes.

Continua após publicidade

Mas essa afirmação faz sentido? Com base em estudos científicos, o que podemos afirmar sobre os sintomas e sequelas que perduram com a covid longa?

Continua após publicidade

Segundo estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz, que avaliou os efeitos da contaminação por coronavírus ao longo do tempo, aproximadamente metade dos pacientes que já testaram positivo possuem sequelas que podem perdurar por cerca de um ano ou mais.

Continua após publicidade

A covid longa, também conhecida como “pós-covid-19”, ganhou status de doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e é um desdobramento da infecção por coronavírus. Ela se refere justamente aos sintomas que aparecem no paciente após o término da infecção, sendo ela sintomática ou assintomática. Esses sintomas podem se tornar sequelas. 

Continua após publicidade

Segundo a pesquisa da Fiocruz, são 23 os principais sintomas que podem aparecer em casos de Covid longa.

O principal deles é a fadiga, que se caracteriza por cansaço extremo e dificuldade em realizar atividades de rotina. Dentre os pacientes que participaram da pesquisa, 35,6% relataram sentir este sintoma.

Na sequência, vêm tosse persistente (34%), dificuldade para respirar (26%), perda de olfato e paladar (20%) e dores de cabeça frequentes (17%). Além destes, foram registrados também insônia, ansiedade, trombose e tontura. 

Foi constatado pelo estudo que comorbidades como hipertensão arterial crônica, diabetes, cardiopatias, câncer, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica e tabagismo ou alcoolismo podem aumentar a chance de sequelas.

Segundo estudo realizado pela Universidade Federal de Minas Gerais e coordenado pelo professor Marco Romano-Silva, chefe do Departamento de Saúde Mental da faculdade, podem também ser identificados sintomas como falta de atenção e de foco, desatenção e falhas na memória. Os resultados dessa pesquisa serão publicados em artigo na Molecular Psychiatry, periódico do grupo Nature. 

Mas e o rosto inchado da Joelma?

O sintoma relatado pela cantora não está na lista dos recohecidos pelos especialistas como covid longa, mas pesquisas indicam que pode haver relação coma doença. Segundo estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), pessoas que realizaram procedimentos estéticos, como por exemplo harmonização facial, podem desenvolver uma inflamação na parte do corpo onde as substâncias dermatológicas foram aplicadas.

Isso ocorre por conta da característica imunogênica do preenchedor utilizado. Ou seja, infecções respiratórias, bacterianas ou virais - e inclusive a vacinação - podem estimular a resposta imune no corpo da pessoa, ocasionando os inchaços. 

A SBD ressalta que os benefícios da imunização contra a covid-19 são muito maiores do que eventuais complicações em pessoas que fizeram preenchimento facial.

É importante lembrar que em caso de todo e qualquer sintoma é fundamental a procura de ajuda médica para a melhora da qualidade de vida. 

Edição: Nicolau Soares