Ouça e assista

Privatização da Eletrobras: Quais os prejuízos econômicos, sociais e ambientais?

Victor Costa do Coletivo Nacional dos Eletricitários é o convidado do Entrevista Central desta terça-feira

Ouça o áudio:

Acompanhe o programa de segunda a sexta-feira às 19h45 por TVs e rádios comunitárias e educativas de todo o país - Créditos da foto: Reprodução
As privatizações trazem um legado negativo. Olhem o que aconteceu em Mariana e Brumadinho

A Eletrobras foi oficialmente privatizada na terça-feira(14) com uma cerimônia na bolsa de valores. Com isso, a empresa foi a primeira grande estatal a ser vendida durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). Diante da desestatização, movimentos sociais e de trabalhadores eletricitários têm questionado a venda e apontado que a população brasileira sentirá os impactos da venda como, aumento da conta de luz e apagões.

Para falar mais sobre este processo, o quadro Entrevista Central do programa Central do Brasil desta terça-feira (21), recebe Victor Costa, diretor da Associação dos Empregados de Furnas e do Coletivo Nacional dos Eletricitários (CNE).

" A privatização da Eletrobras vai contra os compromissos que o Brasil firmou na COP26, porque estará aumentando as emissões de gás carbono”, aponta.

Victor também expõe que a população brasileira será afetada com a energia mais cara, além dos impactos ambientais

“A privatização da Eletrobras além de trazer uma energia mais cara, também traz uma energia mais suja para o meio ambiente”.

E mais

No Trilhos do Brasil, você acompanha o projeto da Associação Indígena do Povo das Águas (AIPA), do povo Paumari, eles constroem o plano de manejo pesqueiro do Pirarucu. O trabalho tem gerado renda para as comunidades locais e restaurado o estoque ambiental dessa espécie de peixe que vinha sendo degradada na região.

O Embarque Imediato traz informações sobre os atos que acontecem em todo o Brasil contra os despejos. Decisão do STF que proíbe remoções durante a pandemia acaba no próximo dia 30 de junho.

Fechando o programa, a Parada Cultural indica o show da banda de rock "Pelos", que será no dia 24 de junho, em Belo Horizonte.

 

Sintonize

Para acompanhar o Central do Brasil, basta sintonizar a TVT em uma antena digital, interna ou externa. Na grande São Paulo, o canal é o 44.1 (sinal digital HD aberto); na NET o canal é o 512 (NET HD-ABC); no UHF, a sintonia é 46; 13 na NET-Mogi; e Canal 12 na Vivo São Caetano do Sul.
A sintonia da Rádio Brasil Atual é 98,9 FM na Grande São Paulo. Também é possível acompanhar a programação radiofônica pelo site do Brasil de Fato.
Quem está fora de São Paulo, pode sintonizar a TVT com a parabólica, via satélite. É necessário direcionar a antena para StarOne C3 Freq: 3973 Mhz Pol: Vertical, DVB-s2; SR: 5000 FEC ¾. Confira mais informações neste link.

Dados da menor estação receptora
Antena: Embrasat modelo RTM 2200Std
Focal-Point
Diâmetro 2,2m
Ganho de recepção no centro do Feixe (Dbi) 37,5
G/T da estação (dB/K) 18,4

Edição: Afonso Bezerra