distância menor

Datafolha: Claudio Castro com 31% e Freixo 27% têm empate técnico no Rio de Janeiro

Candidato do PSB oscilou um ponto para cima; atual governador mantém o mesmo percentual

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ) |
Cláudio Castro
Em um possível segundo turno, a pesquisa mostra Castro com 43% contra 41% de Freixo - Fernando Frazão/Agência Brasil

O atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), se mantém à frente das intenções de voto para o governo do estado com 31%, de acordo com o último levantamento do Datafolha divulgado nesta quinta-feira (15). O deputado federal Marcelo Freixo (PSB) aparece em segundo, com 27%.

Continua após publicidade

Considerando a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, os dois estão em empate técnico.

Continua após publicidade

Esta é a segunda pesquisa seguida do Datafolha que mostra o distanciamento entre os dois primeiros colocados. O último levantamento do instituto, divulgado em 1º de setembro, mostrava Castro à frente com 31% e Freixo com 26%.

Continua após publicidade

A pesquisa desta quinta (15) ainda aponta em terceiro lugar o ex-prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT) com 8% das intenções de voto, seguido por Cyro Garcia (PSTU), Eduardo Serra (PCB) e Wilson Witzel (PSC) também com 3% cada. 

Continua após publicidade

Leia também: RJ: Saiba quem desistiu das eleições ou irá participar do pleito com pendências na justiça

Witzel está entre os candidatos com a situação "indeferida com recurso" na última atualização do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). Ele sofre impeachment em abril do ano passado e está inelegível.

Juliete Pantoja (UP), Paulo Ganime (Novo) e Luiz Honorato (PCO) tem 1%. Votos brancos e nulo somam 14%, enquanto 8%- não souberam opinar.

Considerando a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, os dois estão tecnicamente empatados.

Segundo turno no Rio de Janeiro

Em um possível segundo turno, a pesquisa mostra Castro com 43% (era 44%) contra 41% de Freixo (tinha 37%), tecnicamente empatados. Neste cenário, 12% declararam pretender anular o voto e 5% não souberam responder.

Intenção de voto para o Senado

A disputa a uma cadeira no Senado pelo Rio de Janeiro teve poucas alterações em relação ao levantamento anterior. Romário (PL) aparece na liderança mais uma vez, com os 31%. Alessandro Molon (PSB) aparece na segunda colocação, com o percentual de 13%. 

Em seguida, aparece Cabo Daciolo (PDT), com 7%. com Daniel Silveira (PTB), somando 6% e André Ceciliano (PT) com 5%

O Datafolha ouviu 1.202 pessoas entre os dias 13 e 15 de setembro, em 34 municípios do estado do Rio de Janeiro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-06061/2022.

Edição: Rodrigo Durão Coelho