Ouça e Assista

Tempero: Diferença entre Lula e Bolsonaro diminui; governo impulsiona uso da máquina pública

Programa com o jornalista Rodrigo Vianna traz comentários sobre os principais acontecimentos políticos desta semana

Rodrigo Vianna é jornalista desde 1990. Durante sua trajetória, já passou pela Folha de S. Paulo, TV Cultura, Globo e Record - Willians Campos
As doações empresariais também indicam uma tentativa de uso do poder público em favor de Bolsonaro

Na reta final desta campanha de segundo turno, a diferença entre o ex-presidente Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) diminuiu. A diferença varia entre seis e quatro pontos percentuais, de acordo com as diferentes pesquisas de intenção de voto.

::Datafolha: Lula segue na liderança com 52% dos votos válidos, contra 48% de Bolsonaro::

Continua após publicidade

No levantamento realizado pelo Datafolha, se contados apenas os votos válidos, quando são excluídos os votos em brancos e os nulos, Lula tem 52% e Bolsonaro tem 48%. Já na pesquisa Quaest, também levando em consideração apenas os votos válidos, a diferença é de 53% a 47%, para Lula e Bolsonaro, respectivamente.

Este é um dos destaques do Tempero da Notícia, programa produzido pelo Brasil de Fato, com apresentação do jornalista Rodrigo Vianna.

Assista ao Tempero da Notícia:

Máquina pública

A campanha bolsonarista não conseguiu liderar as pesquisas de intenção de voto em nenhum momento. Para angariar apoio, a tática utilizada por Bolsonaro desde o primeiro turno - mas que foi intensificada neste segundo turno - é o uso da máquina pública.

Para além da liberação de verbas para deputados, por meio do Orçamento Secreto, que já é considerado por muitos como um dos maiores escândalos de corrupção da República, nas últimas semanas apareceram também a possível liberação de um empréstimo consignado para beneficiários do Auxílio Brasil.

A medida, no entanto, tem sido questionada por bancos privados e outros poderes, por conta do seu poder de dano ao bolso da população.

::Bolsonaro tenta dizer que Lula mente e é desmentido ao vivo em podcast::

As doações empresariais para o candidato do PL, que dispararam neste segundo turno, também indicam uma tentativa de uso do poder público em benefício da campanha. E o empresariado também tem jogado pesado. Não são poucos os casos de patrões que têm coagido seus funcionários a votarem em Bolsonaro. O Ministério Público do Trabalho, inclusive, criou um canal para acelerar o julgamento das denúncias. 

Cafezinho

No Cafezinho desta semana, uma homenagem para aqueles que se comprometeram com a democracia, mesmo sem histórico de alinhamento político, muito menos com o campo progressista. 

É o caso da apresentadora Xuxa Meneghel, que muitos de nós nos acostumamos a ver como apresentadora de programa infantil de qualidade duvidosa, mas que parece ter amadurecido.
 
Xuxa gravou um vídeo se posicionando contra declarações consideradas de cunho pedófilo por parte do Presidente da República. É a constatação de que a situação do Brasil é dramática.

Onde assistir

O Tempero da Notícia vai ao ar todas as sextas-feiras, às 20h, no canal do Brasil de Fato YouTube e na TVT, canal 44.1 – sinal digital HD aberto na Grande São Paulo e canal 512 NET HD-ABC.

Moradores do estado de São Paulo podem acompanhar o programa pela Rádio Brasil Atual (98,9 FM na Capital Paulista e 93,3 FM na Baixada Santista), nos mesmos horários. 

As edições também estão disponíveis nas plataformas de podcasts e podem ser escutadas no DeezerSpotifyGoogle PodcastsItunes e Pocket Casts.

Edição: José Eduardo Bernardes