DEMOCRACIA

Belo Horizonte terá passe livre nos ônibus para segundo turno

Prefeito afirma que medida visa garantir que a população consiga exercer o direito ao voto

Belo Horizonte (MG) | Brasil de Fato MG |
Decisão foi assinada hoje pelo prefeito da capital Fuad Noman (PSD) - PBH

O prefeito da capital mineira, Fuad Noman (PSD), assinou nesta segunda-feira (24) um decreto que estabelece a gratuidade da tarifa dos ônibus no dia da votação do segundo turno das eleições presidenciais.

A decisão foi tomada após o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar, na quarta-feira (19), os municípios a não cobrarem pela utilização do transporte público no próximo dia 30.

Nas redes sociais, Fuad Noman afirmou que a medida visa garantir que a população consiga exercer o direito ao voto.

"Votar é direito de todos. E é dever do Estado promover esforços para que esse direito seja garantido", afirmou o prefeito.

Continua após publicidade

Na última sexta-feira (21), o Brasil de Fato MG noticiou que o prefeito já havia informado à vereadora Bella Gonçalves (PSOL) sobre a publicação do decreto.

No primeiro turno, cerca de 21,8% dos eleitores aptos a votar na capital mineira não compareceram. Com a medida, espera-se que esse número seja reduzido no segundo turno. Isso porque, acredita-se que a cobrança da tarifa pode ter sido um dos fatores que dificultou o deslocamento de parte do eleitorado até o local de votação.

"Às vezes é mais barato justificar o voto do que pagar a tarifa do transporte para ir votar", contou Bella Gonçalves.

Para saber mais, leia a reportagem: BH pode ter gratuidade nos ônibus no dia da votação do segundo turno das eleições

Fonte: BdF Minas Gerais

Edição: Larissa Costa