mobilização

Piso da enfermagem: no Ceará, sindicato realiza assembleia nesta sexta-feira (23)

De acordo com o sindicato, atualmente, pelo menos 14 prefeituras do Ceará já pagam o benefício

Brasil de Fato | Fortaleza (CE) |
Uma paralisação nacional da enfermagem está marcada para o próximo dia 29 - Foto: Sindifort

Como forma de reforçar a luta pelo do piso da enfermagem, o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) está convocando os profissionais da categoria, que são servidores da Prefeitura de Fortaleza, para a Assembleia Geral dos Profissionais da Enfermagem. A Assembleia acontece nesta sexta-feira (23), às 10h, na sede do Sindifort, na rua 24 de Maio, 1188, Centro. 

Continua após publicidade

Segundo o sindicato, desde janeiro deste ano que a Prefeitura de Fortaleza prometeu criar mesa de negociação para implantar o piso da categoria, mas até o momento não houve avanço no diálogo.

Continua após publicidade

:: Piso da enfermagem: trabalhadores do DF realizam assembleia com indicativo de greve nesta 5ª ::

Continua após publicidade

Ana Miranda, vice-presidenta do Sindifort explica que por ocasião da negociação da data base, o secretário de governo, dr. Renato Lima, quando foi solicitado que houvesse a criação de um Grupo de Trabalho entre entidades representativas e governo, que houvesse um Grupo de Trabalho para debater a implementação do piso salarial de enfermagem, de pronto atendeu ao pedido e ficou de marcar posteriormente essa formação, de chamar a reunião, porém isso não aconteceu.

Continua após publicidade

“Apesar de termos enviado vários ofícios reivindicando e lembrando que havia sido um atendimento a uma reivindicação apresentada ainda em janeiro, por ocasião da negociação da data base, mas não ocorreu”. 

Ana Miranda lembra que no dia 6 de junho houve em Fortaleza um Seminário dos Prefeitos do Ceará onde reuniu vários prefeitos. Por essa ocasião o sindicato e inscreveu para o Seminário e foram apresentadas as bandeiras de lutas.

:: 'Frustração': enfermeiros lamentam rumos de julgamento do piso da categoria no STF ::

“Fizemos o enfrentamento, a provocação necessária, e o dr. João Marcos, que está Secretário de Planejamento Orçamento e Gestão, foi chamado lá onde nós estávamos e em uma conversa com a diretoria do Sindifort ele se comprometeu de marcar, de fazer esta agenda. No dia seguinte nós enviamos, como não houve nada oficial lá no Centro de Eventos, nós oficializamos a reivindicação pontuando que se tratava de uma proposta criada e aceita lá no Centro de Evento, e até o momento não nos foi dado nenhum agendamento, não nos foi dado nada de positivo para que a gente possa debater a implementação, a implantação do piso salarial da enfermagem”.

De acordo com o sindicato, atualmente, pelo menos 14 prefeituras do Ceará já pagam o benefício.


Segundo o sindicato, desde janeiro deste ano que a Prefeitura de Fortaleza prometeu criar mesa de negociação para implantar o piso da categoria, mas até o momento não houve avanço no diálogo. / Foto: Sindifort

Mobilização Nacional

“Sei que nessa linha de ataques à classe de enfermagem, de forma muito estranha, recebeu-se o voto do Ministro, Gilmar Mendes e a enfermagem de todo país resolveu se mobilizar. Vale ressaltar que aqui em Fortaleza, em razão pelo silêncio, motivados pelo fato de que o Prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira, do PDT, tem ignorado as constantes tratativas, tanto por parte das entidades quanto dos próprios profissionais de enfermagem, nós já havíamos iniciado a construção de um dia de luta municipal no dia 27. Em razão desse novo evento desastroso a nível de STF a gente abre mão desta agenda do dia 27 e passamos a construir a agenda conjunta a nível nacional. Amanhã será a nossa Assembleia, onde a categoria irá debater, analisar e deliberar tanto sobre a posição do STF como a posição do prefeito de Fortaleza”, afirma Ana Miranda.

:: Entenda o que falta para que o piso da enfermagem seja obrigatório ::

Uma paralisação nacional da enfermagem está marcada para o próximo dia 29, também cobrando o piso.

Para receber nossas matérias diretamente no seu celular clique aqui.

Fonte: BdF Ceará

Edição: Camila Garcia