ABUSO

Procon-RJ multa site de viagens Hurb em mais de R$ 400 mil

Segundo a autarquia, a punição foi motivada depois de várias tentativas de conciliação amigável com a empresa

Brasil de Fato | Rio de Janeiro (RJ) |
Hurb terá prazo de 15 dias para apresentar recurso, que será analisado pelo Procon-RJ - Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

O site de viagens Hurb foi multado, na última segunda-feira (25), pelo Procon Estadual do Rio de Janeiro (Procon-RJ), em R$ 407.324,44 por descumprimento de oferta e prática abusiva. Segundo a autarquia, a punição foi motivada depois de várias tentativas do órgão de conciliação amigável dos consumidores com a agência de viagens.

Continua após publicidade

A Hurb terá prazo de 15 dias para apresentar recurso, que será analisado pela equipe de advogados do Procon estadual. De acordo com Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ, a autarquia criou um grupo de trabalho para apurar e dar celeridade às reclamações recebidas contra a Hurb.

"O objetivo é atender a todos consumidores que buscaram o Procon estadual e apurar supostas infrações consumeristas praticadas pela empresa. Até o momento, foram registradas 1712 reclamações", destaca.

Leia mais: 123 Milhas: perdeu a passagem? Veja o que fazer

Ainda de acordo com Coelho, depois de terem sido feitos contatos com os consumidores, foi constatado que 122 acordos foram cumpridos. Essa atitude da agência motivou o Procon-RJ a realizar reunião com a empresa e convidá-la a participar de um mutirão de audiências virtuais conciliatórias.Com isso, nas duas últimas semanas, foram realizadas 104 novas audiências.

"Mas a falta de propostas efetivas de acordo levou à suspensão de novos agendamentos até que a Hurb venha a apresentar prazos razoáveis para as devidas devoluções de valores ou cumprimento de ofertas aos consumidores que registraram suas reclamações junto aos canais de atendimento do Procon-RJ", explica Coelho.

Segundo o presidente do órgão, todos os meios de conciliação foram empregados na tentativa de solucionar os casos individuais registrados junto à autarquia. "Apesar de reuniões com representantes da empresa, não foi possível, até o momento, chegarmos a um resultado satisfatório para a maioria dos consumidores", afirma.

A autarquia destaca que além da autuação resultado de processo administrativo instaurado no início deste ano contra a Hurb, poderão ser aplicadas outras multas nos demais procedimentos individuais.
 

Fonte: BdF Rio de Janeiro

Edição: Jaqueline Deister