Programa Bem Viver 

Samba sobrevive ao tempo porque resiste e sabe negociar, diz historiador

Celebrado no dia 2 de dezembro, o Dia do Samba busca reconhecer e valorizar o estilo musical e a cultura

Ouça o áudio:

O samba permanece vivo, mais de cem anos depois daquela que é considerada a primeira composição do gênero - Foto: Divulgação
O samba é um sistema de organização do mundo e de olhar para os problemas desse mundo

Não há dúvidas que o samba é um patrimônio brasileiro. Celebrado no dia 2 de dezembro, o Dia do Samba busca reconhecer e valorizar o estilo musical carregado de gingado e melodia, que encanta pelo ritmo, pelas variações, pelas danças e pela energia que caracteriza as rodas de samba. 

Continua após publicidade

Mais que isso, o samba é uma cultura de resistência, é o que explica o escritor, professor, historiador, compositor e babalaô no culto de Ifá, Luiz Antônio Simas, em entrevista do Programa Bem Viver. Ele destaca ainda que a sobrevivência, após décadas de perseguições, se dá também pela capacidade de saber negociar.  

“O samba é uma cultura de resistência. Mas o samba é complexo demais, porque dentro você tem instâncias de negociação, o samba negocia o tempo todo. O samba não bate de frente com o poder instituído o tempo todo. Ele bate de frente, mas ele também negocia. O samba avança, mas também tem a capacidade e o jogo de cintura de negociar. O tempo todo acontece isso, até porque nós temos uma visão de resistência que é muito viciada na ideia do conflito. Muitas vezes negociar é uma maneira de você resistir. Isso é mais complexo do que a gente imagina”, pondera Simas.  

:: "Entre a raiz profunda e a copa mais alta, samba se transforma e permanece", diz Luiz Antonio Simas ::

Para o escritor, o samba permanece vivo, mais de cem anos depois daquela que é considerada a primeira composição do gênero: "Pelo telefone", composta por Donga, em 1916. 

"O samba está vivo, esse é um detalhe que é interessante mencionar. E quando eu digo ‘o samba tá vivo’, isso não é uma obviedade, porque você tem uma infinidade de gêneros musicais que ficaram datados. Você vai pegar, por exemplo, o maxixe. O maxixe era um gênero musical muito popular no Rio de Janeiro, no início do século XX. A gente não pode dizer hoje que você tenha o maxixe sendo um gênero consistente da música brasileira contemporânea. O samba continua”, destaca.  

Simas ressalta o que ele considera uma capacidade de se transformar enquanto permanece, como uma qualidade muito característica do samba, como uma “encruzilhada entre a permanência e a transformação, entre a raiz profunda e a copa mais alta da árvore”. E afirma que o samba é muito mais do que um gênero musical ou uma coreografia, uma dança, mas, sim, um sistema de organização do mundo e de olhar para os problemas desse mundo.  

:: 'A história do samba também é uma história do trabalho no Brasil', defende Ynaê Lopes dos Santos ::

“Dentro do samba você tem práticas que incluem a maneira como você festeja, a maneira como você lamenta, a maneira como você se veste, aquilo que você come, a forma como você bebe, a maneira como você ama, como você odeia, a maneira como você lida com a espiritualidade, a maneira como você projeta o futuro. O samba tem tudo isso, é um organizador da vida de comunidades no Brasil. E continua colocando questões para o Brasil hoje, em 2023, que eram questões que ele colocava no início do século XX e que envolvem um país excludente, um passado escravocrata, que continua muito vivo”, afirma. 


É possível ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver nas rádios parceiras e plataformas de podcast / Brasil de Fato

Sintonize

O programa Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo.  

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS); Rádio Cantareira (SP); Rádio Keraz; Web Rádio Studio F; Rádio Seguros MA; Rádio Iguaçu FM; Rádio Unidade Digital ; Rádio Cidade Classic HIts; Playlisten; Rádio Cidade; Web Rádio Apocalipse; Rádio; Alternativa Sul FM; Alberto dos Anjos; Rádio Voz da Cidade; Rádio Nativa FM; Rádio News 77; Web Rádio Líder Baixio; Rádio Super Nova; Rádio Ribeirinha Libertadora; Uruguaiana FM; Serra Azul FM; Folha 390; Rádio Chapada FM; Rbn; Web Rádio Mombassom; Fogão 24 Horas; Web Rádio Brisa; Rádio Palermo; Rádio Web Estação Mirim; Rádio Líder; Nova Geração; Ana Terra FM; Rádio Metropolitana de Piracicaba; Rádio Alternativa FM; Rádio Web Torres Cidade; Objetiva Cast; DMnews Web Rádio; Criativa Web Rádio; Rádio Notícias; Topmix Digital MS; Rádio Oriental Sul; Mogiana Web; Rádio Atalaia FM Rio; Rádio Vila Mix; Web Rádio Palmeira; Web Rádio Travessia; Rádio Millennium; Rádio EsportesNet; Rádio Altura FM; Web Rádio Cidade; Rádio Viva a Vida; Rádio Regional Vale FM; Rádio Gerasom; Coruja Web; Vale do Tempo; Servo do Rei; Rádio Best Sound; Rádio Lagoa Azul; Rádio Show Livre; Web Rádio Sintonizando os Corações; Rádio Campos Belos; Rádio Mundial; Clic Rádio Porto Alegre; Web Rádio Rosana; Rádio Cidade Light; União FM; Rádio Araras FM; Rádios Educadora e Transamérica; Rádio Jerônimo; Web Rádio Imaculado Coração; Rede Líder Web; Rádio Club; Rede dos Trabalhadores; Angelu'Song; Web Rádio Nacional; Rádio SINTSEPANSA; Luz News; Montanha Rádio; Rede Vida Brasil; Rádio Broto FM; Rádio Campestre; Rádio Profética Gospel; Chip i7 FM; Rádio Breganejo; Rádio Web Live; Ldnews; Rádio Clube Campos Novos; Rádio Terra Viva; Rádio interativa; Cristofm.net; Rádio Master Net; Rádio Barreto Web; Radio RockChat; Rádio Happiness; Mex FM; Voadeira Rádio Web; Lully FM; Web Rádionin; Rádio Interação; Web Rádio Engeforest; Web Rádio Pentecoste; Web Rádio Liverock; Web Rádio Fatos; Rádio Augusto Barbosa Online; Super FM; Rádio Interação Arcoverde; Rádio; Independência Recife; Rádio Cidadania FM; Web Rádio 102; Web Rádio Fonte da Vida; Rádio Web Studio P; São José Web Rádio - Prados (MG); Webrádio Cultura de Santa Maria; Web Rádio Universo Livre; Rádio Villa; Rádio Farol FM; Viva FM; Rádio Interativa de Jequitinhonha; Estilo - WebRádio; Rede Nova Sat FM; Rádio Comunitária Impacto 87,9FM; Web Rádio DNA Brasil; Nova onda FM; Cabn; Leal FM; Rádio Itapetininga; Rádio Vidas; Primeflashits; Rádio Deus Vivo; Rádio Cuieiras FM; Rádio Comunitária Tupancy; Sete News; Moreno Rádio Web; Rádio Web Esperança; Vila Boa FM; Novataweb; Rural FM Web; Bela Vista Web; Rádio Senzala; Rádio Pagu; Rádio Santidade; M'ysa; Criativa FM de Capitólio; Rádio Nordeste da Bahia; Rádio Central; Rádio VHV; Cultura1 Web Rádio; Rádio da Rua; Web Music; Piedade FM; Rádio 94 FM Itararé; Rádio Luna Rio; Mar Azul FM; Rádio Web Piauí; Savic; Web Rádio Link; EG Link; Web Rádio Brasil Sertaneja; Web Rádio Sindviarios/CUT.  

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.  


Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para ser incluído na nossa lista de distribuição, entre em contato por meio do formulário.

Edição: Rebeca Cavalcante