programa bem viver

Máquinas chinesas para agricultura familiar podem ser fabricadas no Brasil ainda este ano

Equipamentos serão testados em fevereiro no Rio Grande do Norte para avaliar necessidade de adaptações técnicas

Brasil de Fato | São Paulo (SP) |

Ouça o áudio:

Trator Huili, uma das máquinas com destino ao Brasil. - Juliet Xiao

No dia 2 de fevereiro, técnicos e professores universitários chineses participarão de um encontro no Rio Grande do Norte para avaliar que adaptações são necessárias para o uso de máquinas do país asiático em solo brasileiro.

Continua após publicidade

O encontro inicia uma nova fase da parceria entre o governo brasileiro, o chinês, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o próprio estado potiguar. Selado ainda em 2022, o acordo visa conceder maquinário e tecnologia do país asiático para a agricultura familiar do Brasil.

Continua após publicidade

"Esse é o encontro que inaugurará um programa de validação de máquinas para agricultores familiares. As máquinas não vão ser postas na prática ainda, elas vêm para receber a validade no Brasil, se funcionam na nossa região, no nosso clima, geografia. É uma máquina desenvolvida para a China e que precisa ser adaptada no Brasil", disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, ao programa Bem Viver desta quarta-feira (24).

Continua após publicidade

:: Para MST, 2023 foi de retomada de governo democrático, mas de descompasso na reforma agrária ::

Continua após publicidade

Segundo o Teixeira, "a previsão é que comecem a ser produzidas ainda em 2024". O projeto conta com financiamento do programa Mais Alimentos, retomado pelo governo federal em junho do ano passado.

Um dos objetivos da iniciativa é acelerar o processo de mecanização da agricultura familiar. O programa prevê concessão de linhas de crédito diferenciadas e assistência técnica com foco em práticas de produção sustentável e uso adequado de máquinas e implementos. 

Desde o final do ano passado, algumas unidades de equipamento chinês chegam ao Nordeste. No município potiguar de Apodi, foi instalada a Unidade Demonstrativa Brasil-China de Máquinas Agrícolas, que servirá para testar e estudar o uso do maquinário em solo nordestino.

:: Do direito à terra à luta por transformar a sociedade: Marcos Tiaraju celebra 40 anos do MST ::

Em 2022, o Consórcio Nordeste assinou um memorando de entendimento com o Instituto Internacional de Inovação de Equipamentos Agrícolas e Agricultura Inteligente, da Universidade Agrícola da China, e a Associação de Fabricantes de Máquinas Agrícolas desse país. Também firmado pela Associação Internacional para a Cooperação Popular (conhecida como Baobá), o acordo visa garantir o acesso a máquinas projetadas especificamente para o campesinato, como micro-tratores, roçadeiras, semeadeiras e plantadeiras. 

MST

Paulo Teixeira minimizou as críticas feitas pelo MST à falta de celeridade do governo federal na retomada da reforma agrária durante o primeiro ano de gestão. "O papel do MST é cobrar acho. O Brasil tem uma dívida sobre o tema da reforma agrária muito grande."

"O ano de 2023 foi um ano de muita luta, de muita batalha, porque foi o ano da reconstrução de um ministério que tinha sido distinto", continua Teixeira em referência ao MDA, que foi extinto pela gestão Bolsonaro.

Segundo o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), foram assentadas 5.711 famílias em 2023. O número representa 2,8% das 200 mil famílias que o MST pleiteia que o governo assente até o final do mandato.

Somente para 2024, o MST defende o assentamento de 65 mil famílias. "É um número alto. (...) em que governo aconteceu esse volume de assentamentos? Elas têm que ser assentadas ao longo de um ou mais governos", comentou.

Para atingir a meta do MST, o ministro afirma ser necessário o investimento de R$2,8 bilhões anuais na reforma agrária. No entanto, o orçamento previsto pelo governo Lula para a área em 2024 é de R$567 milhões. 

Teixeira defende: "nosso governo não gostaria de entregar esse orçamento para reforma agrária. Gostaria de entregar um orçamento muito maior. Agora, ele é um orçamento maior do que os anos passados."
 


Confira como ouvir e acompanhar o Programa Bem Viver nas rádios parceiras e plataformas de podcast / Brasil de Fato

Sintonize

O programa de rádio Bem Viver vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 11h às 12h, com reprise aos domingos, às 10h, na Rádio Brasil Atual. A sintonia é 98,9 FM na Grande São Paulo. A versão em vídeo é semanal e vai ao ar aos sábados a partir das 13h30 no YouTube do Brasil de Fato e TVs retransmissoras: Basta clicar aqui.

Em diferentes horários, de segunda a sexta-feira, o programa é transmitido na Rádio Super de Sorocaba (SP); Rádio Palermo (SP); Rádio Cantareira (SP); Rádio Interativa, de Senador Alexandre Costa (MA); Rádio Comunitária Malhada do Jatobá, de São João do Piauí (PI); Rádio Terra Livre (MST), de Abelardo Luz (SC); Rádio Timbira, de São Luís (MA); Rádio Terra Livre de Hulha Negra (RN), Rádio Camponesa, em Itapeva (SP), Rádio Onda FM, de Novo Cruzeiro (MG), Rádio Pife, de Brasília (DF), Rádio Cidade, de João Pessoa (PB), Rádio Palermo (SP), Rádio Torres Cidade (RS); Rádio Cantareira (SP); Rádio Keraz; Web Rádio Studio F; Rádio Seguros MA; Rádio Iguaçu FM; Rádio Unidade Digital ; Rádio Cidade Classic HIts; Playlisten; Rádio Cidade; Web Rádio Apocalipse; Rádio; Alternativa Sul FM; Alberto dos Anjos; Rádio Voz da Cidade; Rádio Nativa FM; Rádio News 77; Web Rádio Líder Baixio; Rádio Super Nova; Rádio Ribeirinha Libertadora; Uruguaiana FM; Serra Azul FM; Folha 390; Rádio Chapada FM; Rbn; Web Rádio Mombassom; Fogão 24 Horas; Web Rádio Brisa; Rádio Palermo; Rádio Web Estação Mirim; Rádio Líder; Nova Geração; Ana Terra FM; Rádio Metropolitana de Piracicaba; Rádio Alternativa FM; Rádio Web Torres Cidade; Objetiva Cast; DMnews Web Rádio; Criativa Web Rádio; Rádio Notícias; Topmix Digital MS; Rádio Oriental Sul; Mogiana Web; Rádio Atalaia FM Rio; Rádio Vila Mix; Web Rádio Palmeira; Web Rádio Travessia; Rádio Millennium; Rádio EsportesNet; Rádio Altura FM; Web Rádio Cidade; Rádio Viva a Vida; Rádio Regional Vale FM; Rádio Gerasom; Coruja Web; Vale do Tempo; Servo do Rei; Rádio Best Sound; Rádio Lagoa Azul; Rádio Show Livre; Web Rádio Sintonizando os Corações; Rádio Campos Belos; Rádio Mundial; Clic Rádio Porto Alegre; Web Rádio Rosana; Rádio Cidade Light; União FM; Rádio Araras FM; Rádios Educadora e Transamérica; Rádio Jerônimo; Web Rádio Imaculado Coração; Rede Líder Web; Rádio Club; Rede dos Trabalhadores; Angelu'Song; Web Rádio Nacional; Rádio SINTSEPANSA; Luz News; Montanha Rádio; Rede Vida Brasil; Rádio Broto FM; Rádio Campestre; Rádio Profética Gospel; Chip i7 FM; Rádio Breganejo; Rádio Web Live; Ldnews; Rádio Clube Campos Novos; Rádio Terra Viva; Rádio interativa; Cristofm.net; Rádio Master Net; Rádio Barreto Web; Radio RockChat; Rádio Happiness; Mex FM; Voadeira Rádio Web; Lully FM; Web Rádionin; Rádio Interação; Web Rádio Engeforest; Web Rádio Pentecoste; Web Rádio Liverock; Web Rádio Fatos; Rádio Augusto Barbosa Online; Super FM; Rádio Interação Arcoverde; Rádio; Independência Recife; Rádio Cidadania FM; Web Rádio 102; Web Rádio Fonte da Vida; Rádio Web Studio P; São José Web Rádio - Prados (MG); Webrádio Cultura de Santa Maria; Web Rádio Universo Livre; Rádio Villa; Rádio Farol FM; Viva FM; Rádio Interativa de Jequitinhonha; Estilo - WebRádio; Rede Nova Sat FM; Rádio Comunitária Impacto 87,9FM; Web Rádio DNA Brasil; Nova onda FM; Cabn; Leal FM; Rádio Itapetininga; Rádio Vidas; Primeflashits; Rádio Deus Vivo; Rádio Cuieiras FM; Rádio Comunitária Tupancy; Sete News; Moreno Rádio Web; Rádio Web Esperança; Vila Boa FM; Novataweb; Rural FM Web; Bela Vista Web; Rádio Senzala; Rádio Pagu; Rádio Santidade; M'ysa; Criativa FM de Capitólio; Rádio Nordeste da Bahia; Rádio Central; Rádio VHV; Cultura1 Web Rádio; Rádio da Rua; Web Music; Piedade FM; Rádio 94 FM Itararé; Rádio Luna Rio; Mar Azul FM; Rádio Web Piauí; Savic; Web Rádio Link; EG Link; Web Rádio Brasil Sertaneja; Web Rádio Sindviarios/CUT.  

A programação também fica disponível na Rádio Brasil de Fato, das 11h às 12h, de segunda a sexta-feira. O programa Bem Viver está nas plataformas: Spotify, Google Podcasts, Itunes, Pocket Casts e Deezer.  

Assim como os demais conteúdos, o Brasil de Fato disponibiliza o programa Bem Viver de forma gratuita para rádios comunitárias, rádios-poste e outras emissoras que manifestarem interesse em veicular o conteúdo. Para ser incluído na nossa lista de distribuição, entre em contato por meio do formulário.

Edição: Matheus Alves de Almeida