Coincidências

EUA indicam novo embaixador no Brasil

Peter McKinley representava país no Afeganistão; Itamaraty acatou nome

São Paulo

,
Diplomata designado para o Brasil também atuou no Peru e Colômbia / Pete Souza/TWH

O diplomata estadunidense Peter McKinley, que representava seu país no Afeganistão, foi indicado para ocupar o cargo de embaixador no Brasil. O Itamaraty, comandado por José Serra (PSDB), aceitou o nome. A confirmação ocorreu na noite de quarta-feira (25).

Formalmente, o Senado dos Estados Unidos (EUA) ainda deve deliberar para confirmar a nomeação. Antes de conduzir a embaixada no Afeganistão a partir de 2015, McKinley atuou em dois países latino-americanos: Colômbia e Peru.

O diplomata é considerado um dos responsáveis pela construção dos tratados bilaterais de livre-comércio entre os países vizinhos do Brasil e os EUA. Documentos divulgados pelo site Wikileaks, que vazou comunicações diplomáticas norte-americanas, confirma sua atuação nesse sentido.

Antecessora

McKinley substituirá Liliana Ayalde, embaixadora no Brasil desde outubro de 2014. A diplomata serviu no Paraguai entre 2008 e 2011, deixando o país poucos meses do golpe de Estado contra o presidente Fernando Lugo. Entre 2012 e 2013, ela integrou o Departamento de Estado.