Nordeste

Festa traz cultura nordestina e um bom forró pé de serra para o Cajuru

Confraternização é neste sábado (29) e pretende reunir amigos e conterrâneos para celebrar trocas culturais

Brasil de Fato | Curitiba (PR)

,
O evento é aberto ao público, com entrada no valor de R$10 e pratos típicos a preços populares / Compasso Estúdio de Dança

No próximo sábado (29), a cultura nordestina aquece o inverno curitibano em uma festa que traz ao sul a culinária, a música e o estilo de vida do Nordeste brasileiro. O evento é aberto ao público e tem o propósito de reunir a comunidade de migrantes e amigos de todas as regiões do país para compartilhar costumes, solidariedade e conhecimento.

A Festa Nordestina é organizada por uma família de cearenses que vive há mais de 20 anos em Curitiba. No ano 2000, a assistente social Valdevania Assis e seus tios, irmãos e sobrinhos realizaram a primeira confraternização aberta ao público, na Igreja da Paz, no bairro Boqueirão. Depois, nos anos seguintes, continuaram a reunir os nordestinos que vivem na capital do Paraná em festas menores, dentro de suas casas, em diversas ocasiões.

“Agora, resolvemos ampliar mais uma vez para reunir todos os amigos, sejam eles do Nordeste ou não”, conta a assistente social. “Quem nos conhece sabe que gostamos de celebrar bons momentos e de nos reunir – tudo é motivo para organizar almoços, encontros e cafés, com a alegria de que gosta de viver entre culturas diferentes”, diz ela.

Valdevania Assis também reforça o objetivo dessas reuniões: conhecer e aprender com os povos do sul e compartilhar conhecimentos da cultura nordestina. “Não saímos do Nordeste para abrir mão dos nossos costumes, mas por conta das dificuldades financeiras e do desemprego. Assim conseguimos manter vivas as nossas tradições”, explica, no tom alegre de quem aprecia uma conversa. Baianos e paraibanos também já se incorporaram à comunidade de nordestinos-curitibanos.

Sanfoneiro Celiomar

A animação da festa vai ser no ritmo do forró pé de serra, com apresentação do grupo de Campos Sales – do Sertão do Ceará – e também do sanfoneiro Francisco Celiomar Rodrigues, outro cearense. Conhecido no âmbito da música popular, o artista, que nasceu cego, dá vida a canções de forró do nordeste e do sudeste e clássicos de Luiz Gonzaga.

Para ficar por dentro

Festa Nordestina

Data: Sábado, 29 de julho

Horário: a partir das 20h

Local: Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Belém - Rua Amador Bueno, 627, bairro Cajuru.

Entrada: R$ 10 | Pratos típicos a preços populares

Edição: Ednubia Ghisi