UNIÃO

Parque Estadual se manifesta contra mineração em Rosário de Limeira (MG)

Frei Gilberto, liderança popular, recebeu ameaças em fevereiro. Nota destaca prejuízos da mineração

Brasil de Fato | Belo Horizonte (MG)

,
Serra do Brigadeiro pode sofrer avanço de exploração minerária / Reprodução

O Parque Estadual da Serra do Brigadeiro entrou também na defesa das águas e contra a mineração em Rosário da Limeira (MG). A cidade vive um cabo de guerra entre a sociedade civil e a mineradora, que pretende avançar sobre a Serra do Brigadeiro. A situação levou ao ponto de ameaças contra uma liderança popular, Frei Gilberto, que é também membro do conselho do Parque.

A moção foi aprovada pelo conselho consultivo do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro em 5 de outubro, mas divulgada apenas no final de novembro. “A região da Zona da Mata abriga a segunda maior reserva de bauxita do país”, diz a nota, “é conhecida nacionalmente por sua biodiversidade, amplas áreas de Mata Atlântica, belezas naturais e uma agricultura familiar e camponesa consolidada com forte matriz agroecológica. Entretanto, as mineradoras possuem interesse, desde a década de 1980, em explorar as jazidas minerais e objetivam apenas o lucro sem se importar com as consequências nefastas da mineração na região”.

O conselho divulga também a preocupação com a situação de Frei Gilberto e pede que o Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o governo estadual se mantenham alinhados nas investigações para apurar e coibir as ameaças ao frei.

Frei Gilberto é ameaçado de morte

Frei Gilberto Teixeira foi ameaçado de morte no dia 19 de fevereiro em razão de sua atuação contrária a ampliação dos projetos de mineração de bauxita na Serra do Brigadeiro em Minas Gerais. Após a celebração de uma missa, Frei Gilberto, franciscano da Fraternidade Santa Maria dos Anjos e responsável pela Paróquia de Belisário (Muriaé-MG), foi abordado por um homem armado que o ameaçou devido aos seus posicionamentos contrários aos projetos das mineradoras na região.

Ato político

A Comissão de Enfrentamento à Mineração na Serra do Brigadeiro organiza um ato político cultural em Rosário de Limeira, nesta sexta (8), às 19h. O evento acontece na praça Nossa Senhora de Fátima às 19 horas, com artistas da região. O protesto tem o objetivo, segundo organizadores, de dialogar com a sociedade sobre o risco da mineração na Serra do Brigadeiro, em especial no município de Rosário da Limeira.

“A próxima fronteira de avanço da mineradora Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) é Rosário de Limeira. Mas o povo já fez a sua escolha, aqui não é lugar para mineração. Queremos fortalecer nossa agricultura, o turismo e outras atividades que possam trazer renda de forma harmoniosa e sustentável para nossa cidade”, explica José Maria Cardoso, franciscano e militante do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM).

Edição: Frederico Santana