Direito ao lar

Ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo (SP) conquista terrenos para moradia

Após 6 meses de resistência, trabalhadores sem teto recebem documentos para cessão da área

[Rede Brasil Atual] (https://goo.gl/ZQjKn9) |
Guilherme Boulos, do MTST, apresenta os documentos de posse da área nesta segunda (19)
Guilherme Boulos, do MTST, apresenta os documentos de posse da área nesta segunda (19) - RBA

Em assembleia dos trabalhadores da Ocupação Povo Sem Medo realizada nesta segunda (19), em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, o coordenador do MTST, Guilherme Boulos, anunciou que o movimento havia vencido a resistência do poder público e conquistado a cessão de quatro terrenos naquela região para a construção de moradias populares.

Não foram divulgados detalhes do contrato, dimensões e localização exata dos terrenos.

"Esse acordo assinado pelo governo do estado repassa quatro terrenos para a construção de moradia para a população da Ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo", declarou Boulos, exibindo os documentos que firmarão a posse da área para o movimento. Seguiu-se uma queima de rojões e cantos de "aqui está, o povo sem medo, sem medo de lutar."

O coordenador, que é pré-candidato à presidência pelo PSOL, assinou os papeis sob nova salva de palmas. "Essa assinatura não é minha, é de todos nós. Todos nós estamos assinando juntos esse acordo."

Em seguida Boulos destacou o caráter coletivo da conquista. "Nenhum de nós conseguiria isso se não estivesse junto com quem tá ao lado", afirmou. O ativista ressaltou também que a cessão dos terrenos é "um avanço enorme" obtido pela organização e resistência dos trabalhadores mas que ainda há várias etapas até a realização concreta da moradia.

A assembleia foi encerrada com um minuto de aplausos em homenagem à vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco, morta a tiros na quarta-feira (14), juntamente com Anderson Pedro Gomes, que dirigia o carro atacado na região central da cidade.

Edição: Redação RBAA